Saúde

Salto alto pode prejudicar o desenvolvimento infantil

Por esse motivo é preciso que os pais tomem alguns cuidados a fim de evitar problemas ortopédicos


Acorda Cidade


Em uma sociedade cada vez mais voltada ao consumo de tendências e novidades, o uso de saltos por meninas ainda na infância tem se tornado comum. É fácil encontrar nas vitrines de lojas modelos infantis que possuem design inspirado nos calçados adultos. Por esse motivo é preciso que os pais tomem alguns cuidados a fim de evitar problemas ortopédicos e incidentes causados pelos saltos infantis.

Calçados devem respeitar o desenvolvimento dos pés infantis

Os pés infantis precisam de mobilidade e espaço para um desenvolvimento adequado. Por esse motivo eles dever ser, acima de tudo, confortáveis e estáveis. Além disso, saltos elevados podem sobrecarregar a coluna, desequilibrando a postura e encurtando progressivamente a musculatura da panturrilha. Esse impacto começa a ser sentido ainda na infância e pode se estender durante a idade adulta.

Outros problemas que o calçado alto pode ocasionar são bolhas, calos, lesões na pele, alterações no formato do pé e lesões nos tendões. A sobrecarga da musculatura também pode causar dores nas pernas.

Como escolher o sapato ideal

Sempre dê preferência aos calçados mais estáveis, ou seja, que se prendem adequadamente ao pé como um todo. Tênis, bota infantil, sapatos fechados e sandálias com tiras grossas estão entre as melhores escolhas.

Se o calçado de salto mais alto precisar ser utilizado em uma ocasião específica, como em um evento mais social, sempre leve na bolsa um par confortável para substituição assim que for possível. Nesses casos, a elevação não deve ser maior do que 4 centímetros, e o calcanhar não pode ficar excessivamente elevado em relação à altura dos dedos.

Evite o uso de calçados que já estão muito desgastados ou que venham a apertar o pé da criança e, em caso de dores ou queixa frequente de desconforto, procure o auxílio de um médico ortopedista.