Saúde

Será? Especialistas explicam se coronavírus pode ser transmitido pelo sexo

Esforço global no momento é para evitar a disseminação da doença

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O novo coronavírus virou o mundo de cabeça para baixo. O esforço global no momento é ter o controle da disseminação do vírus, pois ele se espalha facilmente e tem multiplicado a cada dia o número de infectados. Logo se levanta a dúvida sobre a transmissão do vírus por vias sexuais.

Ainda é muito cedo para ter certeza sobre essa resposta, mas, por envolver contato físico e íntimo, as relações sexuais podem ser suficientes para transmitir o vírus. É o que diz virologista e professor da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Amílcar Tanuri à Folha de S.Paulo.



Já foi relatada a chance de transmissão do coronavírus por urina e fezes. Com isso, não é possível descartar que fluidos sexuais também transmitam a doença.

“Não houve essa preocupação com a parte sexual ainda, mas teoricamente o sexo não existe sem contato íntimo. Isso poderia gerar o contato. Esse é um terreno que demanda pesquisa, mas a transmissão sexual é tão secundária que não vejo motivo para pesquisar isso. A não ser para conhecer totalmente o vírus”, disse à Folha a infectologia da Unifesp, Sandra de Oliveira Campos.