Saúde

Sesab registra 106 notificações de Síndrome de Guillain-Barré

No total, 50 caso foram confirmados. Salvador é o município com o maior número de pacientes com a doença

Gil Santos (gil.santos@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Subiu para 106 o número de notificações de Síndrome de Guillain-Barré na Bahia, até a sexta-feira eram 101 casos em todo o estado.  A quantidade de pacientes com a confirmação da doença passou de 49 para 50 ocorrências.  Os números foram coletados pela Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde (Suvisa) e divulgados através de um boletim da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), na manhã desta terça-feira (21).Entre os 50 pacientes com a confirmação da doença, 48 deles apresentaram histórico de doenças exantemáticas, como zika, dengue ou chikungunya. Dentre as notificações, a Sesab informou que 26 casos estão sendo investigados e que 24 já foram descartados. Um novo boletim será divulgado na próxima sexta-feira (24).Salvador continua sendo o município com o maior número de casos confirmados de Síndrome de Guillain-Barré, ao todo, 38 pacientes estão com a doença. Ainda segundo a Sesab, Feira de Santana e Valença aparecem na primeira e segunda posição, com três e dois casos confirmados, respectivamente. Em toda a Bahia, 36 leitos estão reservados para pacientes com a doença - 18 em Salvador.Segundo especialistas, os pacientes apresentam fraqueza muscular que normalmente começa nos membros inferiores e vai ascendendo, podendo chegar às vias respiratórias, o que complica o quadro e o infectado precisa de auxílio de equipamentos para respirar.

Correio24horas