Saúde

Suspensão de 51 planos de saúde entra em vigor nesta sexta (14); veja lista

Suspensão temporária se deve a queixas recebidas de consumidores sobre cobertura assistencial, prazo de atendimento e rede credenciada

Agência O Globo

A partir desta sexta-feira (14), 51 planos de saúde de 11 operadoras do país estão com as vendas temporariamente suspensas, por determinação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Segundo o órgão regulador, a suspensão temporária se deve a queixas recebidas de consumidores sobre cobertura assistencial, prazo de atendimento e rede credenciada, entre outros problemas.

Foto: Agência Brasil
A penalidade imposta às empresas resulta do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, que acompanha o desempenho do setor e o atendimento prestado aos beneficiários. CONFIRA A LISTA.

Neste ciclo, foram registradas 19.411 queixas entre 1º de janeiro a 31 de março, por meio dos canais de atendimento da agência. Do total de reclamações feitas pelos usuários, 18.789 foram consideradas na análise, pois foram excluídos os registros feitos em duplicidade.

Os planos com comercialização temporariamente suspensa somente poderão voltar a ser vendidos após as empresas comprovarem melhorias no atendimento.

Atendimento mantido a clientes antigos
Vale destacar, no entanto, que os planos agora atingidos pela determinação da ANS atendem hoje 598.864 beneficiários. Esse usuários não terão o atendimento interrompido.

A ANS, por outro lado, liberou a venda de 27 planos de saúde de dez operadoras que haviam sido suspensos em ciclos anteriores. Esses planos poderão voltar a ser comercializados também no dia 14 de junho.

Como monitorar as empresas

O usuário que desejar acompanhar o desempenho das empresas pode acessar o link, onde é possível checar histórico das empresas e verificar aquelas que tiveram planos suspensos ou reativados.

Quem quiser registrar uma queixa contra uma operadora pode ligar para o Disque ANS: 0800-701-9656. Outra opção é acessar o site.