Saúde

Tem alergia a ovo? Veja cuidados a serem tomados para se vacinar

Dúvidas sobre a segurança da vacina da gripe em alérgicos nasce a partir da forma que substância é cultivada

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Você tem alergia a ovo? Esta é uma das principais causas de alergia a alimentos na infância e há suspeitas de que pessoas com a condição podem ter problemas na hora de tomar vacina contra gripe, importante instrumento para reduzir a circulação do vírus Influenza entre a população, especialmente no início do outono e em meio a pandemia de coronavírus.

Isso porque o fato da vacina da gripe ser cultivada em fluidos de ovos embrionários de galinhas suscita algumas dúvidas sobre a segurança de se vacinar pacientes alérgicos a ovo. o Departamento de Alergia Alimentar da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI) listou os cuidados que os alérgicos devem ter em relação à vacina.

- Pacientes alérgicos a ovo de qualquer gravidade podem receber a vacina a partir do sexto mês de vida;

- Pacientes com história prévia de anafilaxia ao ovo devem preferencialmente ser vacinados em ambiente seguro, com supervisão médica; 

- Não está indicada a aplicação da vacina influenza em doses fracionadas para alérgicos ao ovo;

- Testes cutâneos epidérmicos ou intradérmicos com a vacina não são preditivos para reação à vacina influenza;

- Não há necessidade de precaução adicional posterior à administração da vacina, mas a observação por tempo maior pode ser orientada a critério médico;

- A prática recomendada para aplicação de todas as vacinas em crianças deve incluir a capacidade de reconhecer e tratar reações de hipersensibilidade agudas;

- Reações à vacina da gripe podem ser secundárias a hipersensibilidade a outros componentes da vacina e em casos de reações prévias, o paciente deverá ser avaliado por um especialista para as orientações de como proceder nas doses futuras.