Saúde

Toma muito café? Veja as vantagens e desvantagens de consumir a bebida regularmente

O café auxilia na melhora da função cerebral e no desempenho em tarefas cognitivas de longa duração

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Gostar de tomar café? A bebida consumida mundialmente, para alguns é uma ótima ajuda para despertar do sono, para outros é considerado um vilão na hora de dormir. De acordo com estudos realizados e publicado pelo American Journal of Clinical Nutrition, ele pode auxiliar no emagrecimento, além de não alterar em quase nada a rigidez arterial do organismo (uma condição que acarreta em pressão alta, derrame e doenças cardíacas).

Foto: Divulgação

A pesquisa foi feita com mais de 8.500 participantes, onde foram divididos em três grupos: os que ingeriam uma xícara por dia, os que não passavam de três, e os que bebiam de três a 25 (dois voluntários relataram consumir essa quantidade) diariamente. 

Em entrevista ao site Boa Forma, a nutricionista Bianca Naves falou sobre as vantagens e desvantagens ao consumir o café. 

“No momento, a tendência é considerar que o consumo moderado da bebida seja inócuo sobre o risco de problemas cardiovasculares. Não há desvantagens em beber até quatro xícaras pequenas (de 50ml) por dia. Mas quantidades excessivas podem sim prejudicar os rins devido à presença de oxalato”, disse a nutricionista Bianca Naves, especialista em nutrição e cardiologia.

Segundo a especialista, o café auxilia na melhora da função cerebral o desempenho em tarefas cognitivas de longa duração e que exigem estado de alerta. Além disso, ele contribui para acelerar o metabolismo por conter um composto que aumenta o gasto energético.

“Alguns cientistas ainda defendem que os polifenóis presentes ajudam a regular a glicose, controlando, assim, a glicemia. Por isso, não é preciso abandonar o líquido (principalmente no inverno), mas é bom prestar atenção em quantas vezes você está enchendo sua caneca por dia”, completou a nutricionista.