Saúde

Veja como diminuir o impacto do uso de máscara de acordo com o seu tipo de pele

Uso do objeto é indispensável em tempos de pandemia, e é possível diminuir prejuízos na pele

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A máscara facial de tecido virou o item do ano. Não só indispensável como obrigatório, todo mundo teve que providenciar algumas para as saídas que a vida normal exige, seja para trabalho ou necessidades básicas. No entanto, o abafamento traz prejuízos para diferentes tipos de pele.

“A utilização da máscara é imprescindível e obrigatória em diversos estados do país, mas existem algumas medidas que fazem com o que impacto negativo na pele do rosto seja menor”, diz a Dra. Camille Maia, dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e parceira do Instituto FOREO. Ela separou algumas dicas de acordo com o seu tipo de pele, como forma de diminuir os impactos do uso da máscara.

Pele Oleosa

“Esse tipo de pele sofre bastante com o abafamento da máscara e também com umidade gerada pela respiração enquanto a utilizamos”, destaca Dra. Camille. “Nesse caso, o ideal é lavar bem o rosto com os produtos indicados antes de colocar a máscara, evitar o uso de maquiagem pesada e também lembrar de trocá-la a cada 2h para evitar que fique molhada, diminuindo a proliferação de bactérias que possam contribuir para o aparecimento da acne, por exemplo”.

Pele Seca

“A principal questão da pele seca é que estamos entrando no inverno, um período no qual essa cútis já sente mais os efeitos externos. Nesse caso, o ideal é caprichar na hidratação do rosto para evitar o ressecamento”. Ressalta a dermatologista. “Devido ao uso da máscara, nesse caso, recomendo produtos mais fluidos como loções ou gel-creme que ajudam a manter a pele protegida e hidratada sem aumentar a oleosidade”.

Pele Sensível

“Quem tem pele sensível tem reclamado muito do atrito frequente do tecido com a pele, e com isso o surgimento de irritações cutâneas. Nesses casos, recomendamos que você converse primeiramente com seu médico para entender a gravidade e a causa desses quadros  dermatológicos”, reforça Dra. Camille Maia. “Caso seja algo leve, causado apenas pelo próprio atrito, use antes de colocar a máscara um hidratante específico para peles sensíveis que  contenha agentes calmantes e tente trocar o tipo de tecido utilizado. As mais recomendadas são as feitas de algodão e o ideal é que a utilize apenas o tempo em que estiver em contato com outras pessoas para evitar o atrito e abafamento causados por ela".

Pele Normal e Mista

“Quem tem pele normal ou mista podem vivenciar todos esses quadros mencionados acima se não mantiverem a assepsia da pele da maneira adequada. O ideal é manter a rotina de cuidados com a cútis, mas eliminar ao máximo o uso de maquiagem pesada, para novamente evitar o abafamento e a proliferação de bactérias, que podem desencadear dermatite e acne”.

Com o uso das máscaras, também vemos uma atenção maior a região dos olhos, que passam a ficar em evidência. O recomendado, então, é investir em uma rotina específica para a área, como uso de cremes com partículas de disfarce óptico que, de acordo com a Dra. Camille Maia, ajudam a hidratar e iluminar a região, além de investir em um gadget.