Saúde

Veja quatro alimentos para incluir numa dieta sem glúten

Glúten é uma proteína vegetal, presente no trigo, na aveia, no centeio, na cevada e no malte

Redação iBahia/ Revista ABM
- Atualizada em

A dieta isenta de glúten é indicada para celíacos ou pessoas com sensibilidade ao nutriente, mas quem não se encaixa nesses grupos pode se beneficiar com a redução de glúten na alimentação.

Foto: Revista ABM 

A doença celíaca é uma reação do sistema imunológico ao glúten. O corpo não produz uma enzima responsável por digerir a proteína, o que causa lesões no intestino delgado e prejudica o seu funcionamento.

O glúten no organismo dos celíacos desencadeia um processo inflamatório no intestino, seus sintomas variam entre diarreia, dor e inchaço abdominal, pode haver ainda perda de peso e até desnutrição. Hoje em dia a maneira mais segura de diagnosticar a doença celíaca é realizar a dosagem no sangue dos anticorpos contra o glúten ou a biopsia do intestino delgado.

“É de grande importância seguir a orientação de um profissional da saúde antes de tirar os produtos que tem glúten da alimentação diária. O nutricionista vai ajudar com as dúvidas sobre a dieta restritiva e orientar na hora de substituir alguns produtos”, disse a nutricionista, Ellen d’Arc. 

GRÃOS SEM GLÚTEN

As opções de grãos sem glúten são muitas. Na lista entram o arroz, aveia, milho, quinoa, amaranto, entre outros. “A partir destes grãos é possível encontrar alternativas para a farinha de trigo. Essa troca muitas vezes traz outros benefícios, como a farinha de arroz, fonte de fibras, vitaminas e minerais, sendo substitutas ideais nas receitas. O amaranto por exemplo é rico em ferro, cálcio e fibras”, relatou Ellen. 

SEMENTES

Assim como os grãos, as sementes podem servir como excelentes substitutas dos produtos feitos de trigo. “As sementes de girassol e abóbora são ricas em vitaminas, gorduras poli-insaturadas, fonte de fibras proteínas e minerais, com a vantagem de ambas serem utilizadas como farinha”, disse a nutricionista.

OLEAGINOSAS

Castanha-do-Pará, Amêndoas, nozes, amendoim, e muitas outras opções de oleaginosas podem compor a dieta de um celíaco ou de alguém que tem intolerância a glúten. “Elas são saborosas e de fácil acesso, também são excelentes fontes de nutrientes e de gordura boa. Se consumidas sem exageros trazem diversos benefícios a saúde”, contou a nutricionista.

ALFARROBA

Uma opção saudável para os amantes de chocolate é a alfarroba. Ela é uma espécie de vagem de coloração marrom e sabor adocicado semelhantes ao do chocolate. Menos calórica que o cacau, ainda é rica em vitaminas A, B1 e B2, minerais e fibras naturais.