Suplementação de glutamina auxilia na redução do estresse


Dino

Médicos alertam sobre a importância da reposição de glutamina no organismo, especialmente para quem vive nas grandes cidades. O corpo responde à rotina estressante de várias formas: seja através de uma tensão muscular ou de problemas cardíacos. De acordo com o especialista em Nutrição Joseph Dávalos, o quadro de estresse crônico é altamente prejudicial à saúde.”É uma condição que, senão for tratada corretamente, altera o funcionamento do organismo e gera males como pressão alta, úlcera etc,”, afirma. Segundo Dávalos, o corpo demanda maiores quantidades de glutamina em situações de estresse, uma vez que o aminoácido é o mais abundante no plasma e nos tecidos: sua presença permite que o sistema imunológico se estabilize.Para combater a ansiedade, uma dieta equilibrada e exercícios regulares são hábitos essenciais para o bem-estar diário. Associada à rotina saudável, a suplementação alimentar é uma grande aliada para quem busca qualidade de vida, uma vez que a ingestão natural de proteínas não consegue dar conta da necessidade do organismo. Uma alimentação completa permite que a glutamina aja de maneira eficiente em casos de esgotamento físico e mental, nervosismo, insônia e falta de concentração.A glutamina atua em resposta ao estresse e ocasiões como alterações psicológicas, cirurgias e mesmo exercícios físicas com alta intensidade. Nestes casos, com aumento do estresse, os níveis de glutamina acabam se reduzindo pela necessidade de resposta do organismo ao estresse. Desta forma o uso do suplemento de glutamina ajudará em diversas reações , como funções do sistema imunológico e como substrato para fornecer energia ao cérebro. A glutamina está ligada à produção da glutationa, antioxidante mais eficiente de nosso organismo. Seu nível nas células está diretamente relacionado à longevidade e qualidade de vida.4 dicas para controlar a ansiedadePraticar exercícios físicos eleva a produção de serotonina, substância que aumenta a sensação de prazer e bem-estar. Caminhar três vezes por semana, durante trinta minutos, já é uma maneira de lidar com a ansiedade. O momento da caminhada é ótimo para reflexão: além de exercitar o corpo, também pode ser aproveitado sob forma de trabalho mental. Este momento de meia hora é um momento para reorganizar a mente e rever prioridades, sempre pensando em soluções para o que desencadeia a ansiedade Ioga, massagem, reiki e demais terapias naturais são uma boa pedida para quem deseja complementar o tratamento e amenizar os sintomas do estresseTaquicardia, tremor, náusea? Um exercício, chamado “4-7-8 technique”é um calmante natural para o sistema nervoso: 1- Coloque a ponta da língua atrás dos dentes superiores da frente e mantenha a posição durante o exercício 2. Expire pela boca, emitindo uma espécie de assobio. 3. De boca fechada, inspire pelo nariz, contando até quatro. 4. Prenda a respiração e conte até sete. 5. Expire completamente pela boca, contando até oito. Após essa primeira respiração, repita o ciclo mais três vezesA ingestão de alimentos com triptofano, um aminoácido precursor da serotonina, presente na banana e também no chocolate, de forma moderada. A suplementação com glutamina, orientada por profissionais, aumenta a disponibilidade de neurotransmissores que o organismo usa para controlar a ansiedade. Na natureza, há plantas muito conhecidas e estudadas que combatem o estresse: passiflora, melissa, camomila e valeriana.

Veja também: