Se essa rua fosse minha

O Projeto

Se essa rua fosse minha. Um convite delicioso para fazer de toda rua, sua.

@seessarua_fosseminha (falecomseessarua@gmail.com)
- Atualizada em

Ocupar os espaços públicos de Salvador e de algumas cidades próxima é um desejo antigo de duas amigas que se uniram e criaram o se essa rua fosse minha, um chamado para que as pessoas ganhem as ruas e conheçam histórias e personagens de uma cidade que tem quase 500 anos.

O projeto visita diversos bairros soteropolitanos e de outros municípios baianos, carinhosamente chamados de ruas, numa das muitas licenças poéticas que você vai encontrar nos textos. Ali, as publicitárias Luri Moraes e Ive Deonísio se encantam com as pessoas, conversam animadamente com os moradores e se deixam levar por esse mar de amor que emana das ruas de Salvador.

Para Ive, “Ao ocupar os espaços públicos, o cidadão contribui com a economia criativa e com a renda locais e ainda leva consigo um novo olhar sobre o que ele achava que já conhecia”. Já Luri acredita que “estamos vivendo um momento extremamente digital e, de certa forma, o se essa rua fosse minha é um convite para ser um pouco mais analógico, desligar a tv, calçar um tênis e ir abraçar as muitas histórias que pulsam no coração da cidade”.

Se você adora passeios, fotos, poesia, comidinhas deliciosas e novas descobertas, acompanhe o se essa rua fosse minha. Mas cuidado! Como alerta a cantiga popular, ele vai roubar seu coração. Mas só porque te quer muito bem.