Se essa rua fosse minha

Solar do Unhão e Gamboa: um dos melhores passeios de Salvador

Comunidades revelam belezas incríveis e tem moradores muito acolhedores

Ive Deonísio e Luriana Morais (falecomseessarua@gmail.com)
- Atualizada em

O verão está chegando com tudo e as pessoas nos perguntam cada vez mais sobre lugares legais para se divertir entre amigos ou com a família. Foi em busca de novas opções que fomos apresentadas às comunidades do Solar do Unhão e da Gamboa, que ficam coladas na Baía de Todos-os-Santos, e sim, isso já é um spoiler das belezuras de lá.

Sugerimos que você comece pelo Solar do Unhão. Chegar é muito fácil, é só seguir por aquela descida lateral do MAM. Ali já tem a primeira riqueza do passeio: a prainha do Solar, uma das únicas de Salvador com pedras ao invés de areia, trazidas pela maré ao longo dos anos pelos atracadouros de barcos da Bahia Marina. É só esticar sua canga e aproveitar a água calminha. Se quiser, dá pra alugar uma prancha de SUP também.
Todo mundo ama a prainha do Solar do Unhão
Depois de muitas braçadas, chegou a hora de conhecer de fato a comunidade. De cara é possível ver os grafites do MUSAS, Museu de Street Art de Salvador, totalmente a céu aberto. Um trabalho que tem dado um fôlego novo para a comunidade, atraindo turistas de fora de Salvador e os de dentro da cidade também. Nesse ponto certamente você já estará batendo altos papos com os moradores, sempre solícitos e a fim de trocar uma ideia com quem visita o Solar do Unhão. Já aproveite a prosa e peça pra te indicarem onde fica o ReRestaurante de Suzana, a cozinheira fofa de mão cheia que vem ganhando a internet e recebendo turistas de todo o mundo no seu quintal. É por ali que ela serve pratos cheios de amor, que variam entre o peixe do dia e aquele feijãozinho delícia que a gente mistura com farinha e passa bem o resto do dia. Dona Suzana é um potinho de ouro, vai ser impossível sair de lá sem querer um abraço dela.
O tempero de dona Suzana atrai turistas de todo o mundo
Aqui vem mais um ponto alto do passeio: a possibilidade de voltar do restaurante de barco. A própria Suzana pode indicar um morador para te levar até a prainha que fica do lado do Amado. Um passeio que dura pouco mais de 20 minutos e possibilita ver o Solar do Unhão de outra perspectiva: de dentro d'água. No quesito segurança, você pode ir tranquilo, o Solar do Unhão, ao contrário do que muitos pensam, não oferece perigo ao seus visitantes.
A vista do Solar do Unhão de dentro do barquinho

Para chegar na Gamboa, existem duas formas: de barco ou a pé pela Rua dos Ingleses (atravesse a rua até chegar à mureta da Contorno, ao avistar a bandeira do Brasil, desça tudo até o final e vire à direita). Esse caminho te leva ao Bar de Mônica, um píer com vista infinita para a Baía de Todos-os-Santos. É por ali que rola um mergulho nas mesmas águas que banham os ricões do Corredor da Vitória. Tá achando que é só Veveta que passa bem? Em Mônica tem música alta, geral bebendo e se divertindo livremente e um peixe frito delicioso. Uma comunidade super pulsante se comparada ao pacato Solar do Unhão.
A vista do Bar da Mônica que é um píer
Andando pela praia mesmo é possível conhecer o Forte de São Paulo da Gamboa, que mesmo tombado pelo Iphan, está totalmente degradado. As muralhas altas e a vista maravilhosa pro MAM e pra Itaparica não conseguem apagar o descaso com o local e com as famílias que há mais de 60 anos vivem ali em situação de muita pobreza. A outra notícia ruim é que diferente do Solar do Unhão, a Gamboa não nos ofereceu a mesma segurança. A dica é fazer o passeio com um morador da comunidade.
O abandono do Forte de São Paulo da Gamboa, pouco conhecido pelos soteropolitanos
Aproveite que o fim de semana está chegando e chame sua galera pra viver esse passeio inesquecível. É a sua chance de voltar pra casa cheio histórias pra contar e com dois novos amores: o Solar do Unhão e a Gamboa <3
As casas da comunidade da Gamboa

SERVIÇOS
ReRestaurante de Dona Suzana
Aberto todos os dias
Moqueca ou feijão em média R$ 20 por pessoa
3328 2056 / 98612-5952
Solar do Unhão

Bar de Mônica
Aberto todos os dias
Peixe frito porção a partir de R$ 30
3336 9728 / 98156 9717
Gamboa

O projeto "Se Essa Rua Fosse Minha" visita diversos bairros soteropolitanos, carinhosamente chamados de ruas, numa das muitas licenças poéticas que você vai encontrar nos textos. Ali, as publicitárias Luri Moraes e Ive Deonísio se encantam com as pessoas, conversam animadamente com os moradores e se deixam levar por esse mar de amor que emana das ruas de Salvador.  Mais histórias e fotos em @seessarua_fosseminha