Se essa rua fosse minha

Um doce olhar sobre o Santo Antônio Além do Carmo

Conhecido por muitos, o bairro reserva deliciosas surpresas

Ive Deonísio e Luriana Moraes* (falecomseessarua@gmail.com)
- Atualizada em

O @seessarua_fosseminha se uniu ao @sopelasobremesa e chegou ao Santo Antônio Além do Carmo, já tão conhecido, tão falado, e agora cenário da abertura da novela. Será que sobrou alguma novidade pra contar pra vocês? Como desafio é nosso segundo nome, a gente se jogou ali naquelas ruazinhas pra procurar as sobremesas mais gostosas do bairro. É isso mesmo, nosso passeio de hoje chegou polvilhado de açúcar :)

Nossa primeira parada foi pra conhecer um mil folhas que fala oxente, isso porque as folhas são de cavaco e o recheio é de doce de banana. Aquela sobremesa com gosto de infância da época em que a gente podia se empanturrar sem culpa na casa das nossas avós.
Baianidade pura o mil folhas do Poró
Deu água na boca? Então imagine como a gente ficou quando fomos recebidas pela chef Paula Bandeira e esse gostoso e lindão bolinho de estudante... mais uma vez as memórias afetivas estavam presentes em cada mordida, e a chef Paula foi categórica em dizer que traz um pouco das avós e da sua infância de menina do interior em seus pratos. Tem coisa mais incrível do que ver uma chef valorizando suas raízes regionais? A gente amou!
As delícias da chef Paula estão no Casarão Barabadá
Para dar uma balanceada no doçurômetro, fomos convidadas para experimentar as gyozas de Cacá, uma mulher batalhadora que representa a nova vertente empreendedora que vem surgindo no Carmo: gente simples que aposta todas as suas fichas na economia criativa do bairro, o que tem trazido cada vez mais movimento econômico para o local.
Cacá e as delícias do Too Much Love que fica na garagem da sua casa
Assim como Cacá, Dani é mais uma mulher da zorra do Santo Antônio. Comanda junto com a mãe e as filhas um espaço perfeito para arrebatar você com um pôr do sol digno de novela das 9. E como sol não enche barriga, provamos um delicioso bolo de abacaxi que leva a gente de volta para aquela mesa cheia de primos no Natal <3
Bolo de abacaxi do Ateliê Dani Cunha
Entre uma parada e outra, fomos surpreendidas por seu Roque, essa fofura aí da foto que vende frutas docinhas ali mesmo na Rua Direita do Santo Antônio. Perguntamos se a gente podia fazer uma foto dele e a resposta encheu nosso coração de doçura: “pode, mas vocês esperam eu ir lá dentro buscar os retratos dos meus filhos? É que eles são mais bonitos que os galãs da Rede Globo”. Segura essa, Chay Suede.
E a vontade de colocar Seu Roque em um potinho?
Pra finalizar esse passeio lindo, uma parada num lugar que há 30 anos abastece a gente com docinhos deliciosos, com o já conhecido melhor cachorro-quente da cidade e com esse sorriso de dona Ana que arrebata qualquer coração.
Dona Ana e o sorriso que encanta a clientela do Travessa's há mais de 30 anos
Foi lindo, doce e especial conhecer o Santo Antônio de uma forma diferente. Que a gente consiga ser sempre como o bairro, cheio de gente de boa energia por perto e dessa doçura que nos faz querer voltar pra lá todo fim de semana.  
Sendo felizes pelas casinhas do Carmo

SERVIÇOS:

Restaurante Poró
Rua do Carmo, 13
Terça a domingo a partir de 12h
Reservas 99618-1704

Casarão Barabadá

Rua Direita do Santo Antônio, 65
Reservas 99135-7966 / 99935-5721

Too Much Love
Rua Direita do Santo Antônio, 382

Ateliê Dani Cunha
Rua do Carmo, 70
Quarta a domingo a partir de 16:30h

Travessa´s Lanchonete
Travessa dos Perdões, 65
Todos os dias a partir de 8h

*O projeto "Se Essa Rua Fosse Minha" visita diversos bairros soteropolitanos, carinhosamente chamados de ruas, numa das muitas licenças poéticas que você vai encontrar nos textos. Ali, as publicitárias Luri Moraes e Ive Deonísio se encantam com as pessoas, conversam animadamente com os moradores e se deixam levar por esse mar de amor que emana das ruas de Salvador.  Mais histórias e fotos em @seessarua_fosseminha