Verão

Vai viajar? Veja infrações comuns nas estradas e evite acidentes

Saiba quais foram as 10 infrações mais comuns nas rodovias federais baianas nos últimos anos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em




Vai pegar estrada neste Verão? Saiba quais foram as 10 infrações mais comuns nas rodovias federais baianas nos últimos anos, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), e evite acidentes. 

Veja as infrações mais comuns e as penalidades previstas no Código Brasileiro de Trânsito. 

1 - Excesso de Velocidade

  • Até 20% da velocidade máxima permitida: Média, 4 pontos, R$ 85,13
  • Acima de 20% até 50% da velocidade máxima permitida: Grave, 5 pontos, R$ 127,69            
  • Acima de 50% da velocidade máxima permitida: Gravíssima, 7 pontos, R$ 574,62

2 - Ultrapassagem Proibida 

  • Tipo de infração: gravíssima
  • Pontos na carteira: 7
  • Multa: R$ 191,54

3 - Não possuir Carteira de Habilitação

  • Tipo de infração: gravíssima
  • Pontos na carteira: 7
  • Multa: R$ 574,62

4 - Falta do Uso de Cinto de Segurança

  • Tipo de infração: grave
  • Pontos na carteira: 5
  • Multa: R$ 127,69

5 - Equipamento Obrigatório (Falta ou inoperância)

  • Tipo de infração: grave
  • Pontos na carteira: 5 
  • Multa: R$ 127,69

6 - Trânsito pelo Acostamento 

  • Tipo de infração: gravíssima
  • Pontos na carteira: 7
  • Multa: R$ 574,62

7 - Veículo não Licenciado

  • Tipo de infração: gravíssima
  • Pontos na carteira: 7
  • Multa: R$ 191,54

8 - Excesso de Lotação

  • Tipo de infração: Média
  • Pontos na carteira: 4
  • Multa: R$ 85,13

9 - Excesso de Peso

  • Tipo de infração: média
  • Pontos na carteira: 4 
  • Multa: há uma notificação padrão e, à mesma, é acrescido um valor que dependerá do excesso verificado

10 - Alcoolemia

  • Tipo de infração: gravíssima
  • Pontos na carteira: 7
  • Multa: R$ 1.915,40 - A multa dobra em caso de reincidência. Se o índice ultrapassar 0,30mg de álcool por Litro de ar, o condutor é tipificado na conduta criminal. Além da sanção administrativa e apreensão de sua habilitação, responderá a processo, podendo ser condenado de seis meses a três anos de prisão.