Verão

Veja os cuidados para fugir de armadilhas ao alugar um imóvel no Verão

Com a facilidade da internet, muitos acabam fechando negócio à distância, pagando antecipadamente

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Casas ou apartamentos que não existem, fotos do anúncio que não correspondem à realidade, valores adicionais que não foram combinados previamente. Esses são alguns problemas comuns vividos por pessoas que alugam um imóvel de temporada.

Com a facilidade da internet, muitos acabam fechando negócio à distância, pagando antecipadamente e, no final, tendo férias frustradas. Mas é possível evitar essas dores de cabeça – ou ao menos diminuir os riscos delas. Veja abaixo as dicas do advogado Daphnis Citti de Lauro:

- Visite pessoalmente o imóvel. Se for distante de onde você mora, peça ajuda a um amigo ou familiar que resida perto.

- Obtenha o máximo de informações possíveis, pois na internet todas as fotos são maravilhosas e, nem sempre, confiáveis.


- Veja se há referências e depoimentos de pessoas que já locaram o imóvel antes.

- Verifique previamente a localização. Hoje, com os mapas disponíveis na internet, é possível visualizar até a fachada do imóvel e “navegar” pelas redondezas.

- Atente-se para o estado de conservação da casa ou do apartamento.

- Faça questão de exigir em contrato todas as regras e condições, inclusive a descrição dos móveis e utensílios e seus respectivos estados.

- Se for apartamento, informe-se sobre a possibilidade de receber amigos ou familiares e o limite de visitantes. Em caso de desrespeito das normas do condomínio, o locador poderá ser multado e a infração será repassada a você.