Viver Vitória da Conquista

Famosos e variados, biscoitos de Vitória da Conquista têm importância cultural e econômica

No município são produzidos mais de 4000 toneladas de biscoitos por ano e mais de 600 varejistas e atacadistas vivem da produção da guloseima

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Você já pode ter ouvido falar de Vitória da Conquista pelo tempo mais frio, pelo Festival de Inverno e, se uma boa guloseima de te interessar, especialmente pelos biscoitos. O que os soteropolitanos conhecem como sequilhos, os conquistenses chamam de biscoito e os produzidos na cidade são famosos até mesmo fora dela.

A produção de biscoito na cidade é tanta que o Sebrae tem um estudo voltado a eles. De acordo com dados da entidade, no município são produzidos mais de 4000 toneladas de biscoitos por ano e mais de 600 varejistas e atacadistas vivem da produção da guloseima. Na Ceasa de Vitória da Conquista, por exemplo, três pavilhões, cerca de 30 barracas, são voltados à venda de biscoitos.

Solange Biscoitos possui duas lojas em Conquista e mais duas em Salvador / Foto: Reprodução / Instagram
Bruno de Souza, Gestor de Projeto do Sebrae, destaca que, além da importância cultural, o biscoito tem peso no PIB de Vitória da Conquista. "Considerando o perfil da economia da cidade, no qual encontram-se diversificados em muitos segmentos a indústria, comércio e serviço, é representativo o valor de R$ 70 milhões movimentado pelo negócio Biscoito, considerando apenas o seu elo de fabricação. Se englobarmos toda a Cadeia do Biscoito, incluindo o varejo, serviço e distribuição, bem como a parte de matéria-prima (polvilho), teremos um aumento substancial deste valor", explica.

Das produções industriais à caseiras, dos salgados aos doces, tem para todos os gostos. Um exemplo de negócio que "rompeu as barreiras" de Vitória da Conquista e conquistou novos paladares é Solange Biscoitos. Atualmente, são duas lojas na cidade do sudoeste baiano, no Centro e em Candeias, e mais dois cafés em Salvador, na Pituba e na Graça.

A empresa fabrica mais de 20 opções de biscoitos, que passam por avoador - de sabores diversos -, cebolinha, casadinho de goiaba, pastel de Santa Clara, entre outros. Outro queridinho de Conquista é o Chalé dos Biscoitos. Para quem está na cidade, o local é convidativo para tomar um café e escolher entre os 60 tipos de biscoitos vendidos.

O Biscoitos Tapioca é mais uma empresa tradicional de Vitória da Conquista. Com fábrica instalada na Avenida Guanambi, na Alvorada, em média eles produzem 10 toneladas de biscoitos por mês. São quase 50 tipos de biscoitos, dos salgados aos doces, dos mais tradicionais - avoador, por exemplo, - aos inusitados - com sabor de abacaxi e maracujá.

Tradição familiar

Comida é cultura, aproximas as pessoas, e no caso dos biscoitos de Conquista é, em muitos casos, também um negócio familiar. "E o que torna mais simbólico o hábito de comer biscoito é a união familiar promovido por esta tradição familiar, tanto enquanto empreendimento no qual o negócio tem forte característica familiar, quanto em torno de seu consumo", pontua Bruno.
Foto: Divulgação / Caseiros Dona Santa
Para Cíntia Ferraz, uma das proprietárias do Caseiros Dona Santa, tudo começou através do negócio dos pais. Na fazenda do pai, a família produzia requeijão e leite. A mãe dela passou a vender os produtos em um ponto em Vitória da Conquista e os clientes começaram a pedir mais e a partir daí surgiram os biscoitos. Se no início eram dois tipos, hoje elas trabalham com mais de 20 opções. Cíntia fica na venda e a mãe na produção.

"A nossa produção é toda artesanal, com as mesmas máquinas do início. Estamos buscando expandir, mas sem perder o lado artesanal", ressaltou Cíntia. O Caseiros Dona Santa ocupa um box na CEASA da cidade e vende, além da marca própria, produtos de outras empresas.

Diante de tantas opções de biscoitos em Conquista, como ter um diferencial e superar a concorrência? Para Cíntia, o segredo do Dona Santa está nos ingredientes. "Trabalhamos com manteiga e leite da fazenda e isso é um diferencial. Quem tem um paladar mais refinado, percebe na hora", destacou.

Alegria da família

Os biscoitos produzidos pela família que comanda a Biscoito Fernandes trouxeram alegria ao lar. Em um momento em que o orçamento da casa estava reduzido, o pai de Catarina Oliveira, uma das proprietárias da empresa, passou a produzir um biscoito de milho, receita da sua mãe. "Nós ficávamos ansiosos, esperando o café da manhã e da tarde para comer aqueles biscoitinhos fofinhos de milho", recorda-se Catarina.

A partir do sucesso que o biscoito fez com a família, o pai de Catarina passou a vendê-los no trabalho - e a aceitação foi imediata. Atualmente, a Biscoito Fernandes tem 29 sabores - 15 salgados e 14 doces -, vendidos em pacotes de 250g e caixas de 300g. Eles atendem em uma sala na casa da família, mas estão em fase de expansão. "Os pedidos são feitos com 5 dias de antecedência. Atualmente atendemos duas empresas: uma em Salvador e outra em Jequié", explica Catarina.

Serviço:

Solange Biscoitos

Endereço: Rua Dois de Julho, 79, Centro e Avenida Jorge Teixeira, 606, Vila do Bosque, Candeias
Horário de funcionamento:
- Centro: Todos os dias, menos domingo, de 7h às 18h30
- Candeias: Todos os dias, de 8h às 19h

Chalé dos Biscoitos
Endereço: Av. Alziro Prates, 3, Candeias
Horário de funcionamento: Todos os dias, de 9h às 21h

Caseiros Dona Santa - CEASA Vitória da Conquista
Endereço: Rua Catão Ferraz - Centro
Horário de funcionamento: De segunda a sexta, de 6h às 18h. Sábado e domingo de 5h às 14h

Biscoitos Fernandes - distribuidora Maria di Dé
Endereço (em breve): Rua Genésio Porto, 474, Recreio