Viver Vitória da Conquista

O que fazer em Vitória da Conquista além de ir ao Festival de Inverno Bahia

Vitória da Conquista, distante 509 km de Salvador, tem o título de ‘Suíça baiana’

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma Bahia quente, com praia e clima de verão o ano todo definitivamente não é o que você vai encontrar em Vitória da Conquista. Não à toa, a cidade, terceira maior da Bahia, atrás da capital Salvador e Feira de Santana, é a 'Suíça' do nosso estado. Temperaturas mais baixas, que no inverno podem registrar mínimas entre 15ºC e 9ºC justificam o apelido.
Foto: Divulgação / Prefeitura Vitória da Conquista
A altitude média de Vitória da Conquista é de 923 metros, sendo que alguns pontos a 1,1 mil metros acima do nível do mar. Esse fator é determinante para as baixas temperaturas apresentadas, destacando a cidade do resto do estado.

Distante 509 km de Salvador, Conquista pode agradar diferentes tipos de pessoas: tem atrativos na história, arte, gastronomia, moda e música. No quesito música, o calendário da cidade já se acostumou, e se moldou, aos dias de Festival de Inverno Bahia. Em 2019, o evento chega na sua 15ª edição. Serão 3 dias de shows - de 23 a 25 de agosto - no Parque de Exposições Teopompo de Almenida.

Natureza na cidade
Foto: Divulgação / Prefeitura Vitória da Conquista
Se você é um dos tantos turistas que estará em Vitória da Conquista neste período, não deixe de aproveitar, além do Festival, o que a cidade tem a oferecer.

Uma das atrações da cidade é a estátua do Cristo Crucificado da Serra do Periperi, de Mário Cravo. De 1983, a peça tem 15 metros de altura e dá a figura de Jesus Cristo as feições de um homem nordestino. Na região, o Poço Escuro é outra de turismo e lazer. Com 17 hectares de mata ciliar, a reserva constitui-se praticamente como último remanescente de mata de grande porte da zona urbana da cidade.
 
Em um casarão centenário abriga o Museu Regional de Vitória da Conquista, mais um ponto interessante de visitação. O local tornou-se importante fonte de pesquisa na cidade, tanto pelos traços originais que a casa preserva quanto pelo acervo que disponibiliza.

Terra dos biscoitos
Foto: Reprodução / Instagram Solange Biscoitos
Depois de ter contato com a natureza e a história de Conquista, você vai se surpreender com o que a cidade tem para oferecer quando o assunto é gastronomia. Um dos destaques da cidade são os biscoitos - o que, na capital, costumamos chamar de 'sequilhos'. Para se ter uma ideia da fama dos biscoitos de Conquista, na cidade são fabricadas 4626 toneladas de biscoito, de acordo com dados do Sebrae.

Um dos locais mais famosos é Solange Biscoitos. O sucesso fez os irmãos Edilson e Solange Silva abrirem também duas unidades em Salvador. Em Conquista, é possível se deliciar com os biscoitos dos empresários na Rua 2 de Julho, no Centro, todos os dias, das 07h às 18h30, exceto domingos, e na Avenida Jorge Teixeira, Vila do Bosque, todos os dias, das 08h às 19h.

Além de Solange, o Chalé dos Biscoitos é outra parada obrigatória para quem curte os quitutes. Na loja, há mais de 60 tipos de biscoitos, entre doces e salgados. O Chalé fica na Avenida Alziro Prates, em Candeias, e funciona todos os dias das 09h às 21h.