Xô Mosquito

Via SMS, população de municípios da Bahia com maiores incidências de dengue recebem alerta

Para frear a epidemia de Dengue é essencial ações do poder público aliadas às ações da população

Especial de Conteúdo
- Atualizada em

Oferecimento
Para frear a epidemia de Dengue e das outras doenças transmitidas pelo mosquito aedes aegypti, como Zika e Chikungunya, é essencial ações do poder público aliadas às ações da população.

Na Bahia, de acordo com o último Boletim Epidemiológico de Arboviroses divulgado pela Secretaria de Saúde (Sesab), referente ao período de 29 de dezembro de 2019 até 13 de junho, foram notificados mais de 66 mil casos de dengue. Quando comparado com dados do mesmo período em 2019, o crescimento é de 39,2%, o que reforça a necessidade de prevenção.

Dentre as ações para conscientizar a população, a GT Arboviroses e Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado, em parceria com a Defesa Civil, emite alertas via SMS semanalmente para a população de municípios com maior incidência de casos de Dengue, Zika e Chikungunya, com informações sobre medidas de prevenção de focos do aedes agypti, sinais e sintomas sugestivos das três doenças e orientações gerais.

Para receber esse alerta no celular, o cidadão deve se cadastrar enviando o número do seu CEP por SMS para o número 40199. A partir disso, ele receberá semanalmente os alertas.

Cidades com maior índice

Ainda de acordo com o Bboletim da Sesab, no período analisado, as regionais de saúde de Jequié, Seabra, Amargosa, Itaberaba, Serrinha e Vitória da Conquista aparecem com maiores coeficientes de incidência de casos de Dengue, que analisa as ocorrências a cada 100 mil habitantes.  

No âmbito municipal, Barra do Rocha, Marcionílio Souza, Amargosa, Uibaí, Jacaraci, e Jaguaquara são as cidades com maiores coeficientes de incidência da doença.