Em todas as categorias, quem são os atuais campeões do UFC

Abaixo, os nove campeões do Ultimate que são caçados por mais de 350 lutadores dentro da organização

Redação iBahia (esportes@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O UFC conta hoje com nove categorias. Ou seja, nove campeões. Com mais de 350 atletas contratados pelo Ultimate, eles são os donos do objeto de desejo de todos: o cinturão. Por isso, esses nove guerreiros são alvos enquanto ocuparem o topo e precisam o tempo inteiro provar que são melhores que os seus rivais. No peso mosca, em que os lutadores duelam com até 57 quilos, o campeão é o americano Demetrius Johnson, que antes lutava entre os galos.

Demetrius Johnson saiu do peso-galo para ser campeão entre os moscas do Ultimate

Com a criação da categoria inferior, ele baixou de peso e é o detentor do cinturão desde setembro de 2012, quando venceu Joseph Benavidez por decisão dividida. Johnson tem 27 anos e sua especialidade é o wrestling, a luta de chão. Em julho defendeu o cinturão contra John Moraga e venceu finalizando o adversário com uma chave de braço.Leia mais

Royce sobre nova geração Gracie: "esqueceram nossa história"

"Superlutas são uma idiotice", opina Anderson SilvaOs lutadores do peso galo do UFC tem o limite de até 61,2 quilos. Esta categoria conta hoje com dois campeões. Um oficial e o outro interino. O americano Dominick Cruz era o campeão do WEC, evento que foi incorporado ao UFC com todos os seus lutadores. Contra Scott Jorgensen em dezembro de 2010, ele defendeu o cinturão dos galos do WEC e conquistou automaticamente o cinturão do UFC - ele venceu seu oponente por decisão unânime.

Se Renan Barão mantiver o cinturão interino, deve enfrentar Dominick Cruz em meados de 2014

Cruz defendeu o cinturão do UFC por duas vezes. Quando tinha luta agendada contra Urijah Faber, contra quem já tinha lutado e vencido em 2011, o campeão sofreu uma lesão nos ligamentos cruzados e, desde então, não pôde voltar a competir. Enquanto ele se recupera, o brasileiro Renan Barão vem fazendo bonito. Ele entrou na luta contra Faber, venceu o oponente e conquistou o cinturão interino.  Barão defendeu o posto pela primeira vez contra Michael McDonald e tem luta agendada com Eddie Wineland para o dia 21 de setembro, no UFC 165 (Jones x Gustafsson). Se o brasileiro vencer, sua próxima luta será contra Dominick Cruz pela unificação do cinturão dos galos do UFC.O peso-pena abraça os lutadores entre 62 e 66 quilos. O atual campeão é o brasileiro José Aldo. Ele também é oriundo do WEC e precisou defender o velho e ganhar o novo cinturão em luta contra o canadense Mark Hominick, em abril de 2011. De lá para cá, Aldo defendeu o cinturão por cinco vezes. Na última, contra Chan Sung Jung, o Zumbi Coreano, fez uma luta muito dura e conseguiu o nocaute somente no quarto round. Esta luta ocorreu no Rio de Janeiro.

José Aldo já defendeu o cinturão cinco vezes e pode quebrar recordes no Ultimate

A categoria peso-leve do UFC teve novo campeão recentemente. Em duelo no final de agosto, Anthony Pettis, ex-campeão do WEC, finalizou Ben Henderson e faturou o cinturão da categoria. Detalhe é que, no WEC, Pettis também venceu Henderson na disputa pelo cinturão. Em dezembro, o americano será testado em novo duelo contra Josh Thomson, no UFC on Fox 9.

Anthony Pettis finalizou Ben Henderson e agosto e se também se tornou campeão do Ultimate

Entre 71 e 77 quilos, o lutador disputa o título do peso meio-médio do UFC. Lutador há mais tempo invicto na atualidade no UFC, Georges Saint-Pierre conquistou o cinturão em 2007. Contra Matt Hughes, ele ganhou o cinturão interino e só unificou na luta seguinte, contra Matt Serra. De lá para cá, são oito lutas e oito vitórias. Antes da sequência invicta, porém, ele ganhou o cinturão pela primeira vez em 2006, também contra Matt Hughes. Mas perdeu para Matt Serra no duelo seguinte. Saint-Pierre tem duelo marcado contra John Hendricks em novembro, no UFC 167.

Georges Saint-Pierre tem a chance de quebrar o recorde de Anderson Silva de série invicta

Outra categoria com mudanças recentes no topo, o peso-médio permite lutadores entre 77,5 até 84 quilos. Em julho, o americano Chris Weidman chocou o mundo ao nocautear o supercampeão Anderson Silva, que antes detinha o status de melhor lutador da história. Spider também emplacou uma sequência de 17 vitórias seguidas e dez defesas de cinturão, número que Georges Saint-Pierre pode ultrapassar se vencer suas próximas lutas.A luta se transformou em um das comentadas e polêmicas do MMA, tendo em vista que Spider tentou desequilibrar emocionalmente o seu rival, baixou a guarda e acabou nocauteado. Muitos consideraram a postura de Anderson Silva arrogante, afirmando que ele tentou humilhar o Weidman. De qualquer forma, o Ultimate agendou revanche imediata. Os dois se enfrentam mais uma vez no dia 28 de dezembro, no UFC 168. 

Chris Weidman nocauteou a lenda Anderson Silva e ambos terão revanche no final do ano

Jon Jones não é só o campeão dos meio-pesados do UFC, mas o líder do ranking peso por peso do Ultimate. Traduzindo: o melhor lutador entre todos os lutadores, todas as categorias. Jon Jones ganhou o cinturão dos meio-pesados em 2011, contra Maurício Shogun. Das cinco lutas em que defendeu o posto, só venceu por decisão contra Rashad Evans.O americano finalizou Vitor Belfort, Lyoto Machida e Quinton Jackson. Nocauteou Chael Sonnen. Alguns especialistas apontam que ele pode quebrar recordes na categoria. Outros dizem que ele não tem mais o que fazer nos meio-pesados e sugerem que Jon Jones vá para os peso-pesados. De qualquer forma, ele tem luta contra o sueco Alexander Gustafsson no UFC 165, no dia 21 de setembro. 

Jon Jones não é só o campeão dos meio-pesados. É também o melhor do UFC em todas as categorias

Apenas dois nomes têm se destacado com muita força nos últimos tempos no peso-pesados: Cain Velásquez e Junior Cigano. Mas nem por isso a categoria que vai de 93 até 120 quilos está desinteressante. O americano e o brasileiro se dividem desde 2010 na posse do cinturão e vão para a trilogia no dia 19 de outubro, em Houston, no UFC 166. Cigano nocauteou Cain no final de 2011, mas foi derrotado por pontos no final de 2012. Se vencer o brasileiro mais uma vez, Cain Velásquez deve enfrentar outro brazuca, Fabrício Werdum. Se Cigano retomar o cinturão, é possível que haja uma quarta luta entre ambos em breve. 

Cain Velásquez perdeu para Cigano e retomou o título contra o brasileiro. Eles lutam de novo em outubro

O Ultimate criou a categoria feminina peso-galo há pouco tempo, mas trazendo as lutadoras e as campeãs do Strikeforce. Em fevereiro, a loiraça Ronda Rousey, campeã do Strikeforce, conquistou o cinturão do UFC depois de finalizar Liz Carmouche. A categoria ainda carece de mais lutadores, mas Misha Tate aparece como principal rival de Ronda. Isso porque Tate perdeu o cinturão do Strikeforte para a loira. Rivais dentro e fora do octógono, elas se enfrentam no dia 28 de dezembro, no UFC 168. Sem sombra de dúvidas, um duelo de parar marmanjos em todo o mundo.  

Ronda Rousey era campeã do peso-galo do Strikeforce e também conquistou o título no Ultimate