Empregos

Vai pedir demissão? Saiba como não fechar as portas da empresa

Especialista ensina como ser elegante ao se demitir e não queimar o filme com o ex-chefe

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em


Então você decidiu mudar de emprego. Nestas ocasiões muitas pessoas simplesmente deixam de aparecer ou fazem uma breve comunicação oral para seus chefes, que quase sempre são surpreendidos pela noticia.

Por menos interessante que o seu emprego atual lhe pareça e por menor que seja o apreço que você nutra pelo seu superior, lembre-se: nunca feche as portas pelas quais você passa em sua carreira. O mundo é muito pequeno, e redondo. Preocupe-se em sair elegantemente e deixar uma boa impressão a seu respeito.


Comece por comunicar sobre a sua saída com a máxima antecedência possível para que seu chefe possa substituí-lo a contento, sem sobressaltos. Procure negociar esse prazo com a sua nova empresa, assim, você poderá ajudar a treinar a pessoa que ocupará seu cargo. Acredite: essa preocupação será apreciada pelo seu novo contratante.


Veja também

Você sabe calcular o que deve receber ao pedir demissão?

Saiba quais são as principais causas de demissões no Brasil

A redação de uma carta de demissão atenciosa também é uma importante etapa desta despedida. E, para ajudá-lo na elaboração desta comunicação, seguem algumas dicas:


1. Não se preocupe em ser criativo mas direto. Apenas deixe claro, já no primeiro parágrafo, que você está se demitindo da empresa, a partir da data tal. Alguma coisa como: Prezado [nome do seu chefe]. Esta carta tem o objetivo de formalizar o meu pedido de demissão do [informar o nome do seu cargo]. Meu último dia de trabalho será [informar a data].


2. Na segunda parte da carta, agradeça seu empregador pela oportunidade descrevendo algumas das principais coisas que você aprendeu e e/ou apreciou em seu trabalho. Se você estiver se perguntando sobre o motivo para tanto trabalho, bem, se não for pela gentileza – o que já seria  um motivo suficiente – pense que boas referências não podem ser dispensadas. Então, que tal: Agradeço a oportunidade que tive em trabalhar nesta empresa onde pude desenvolver [descrever as atividades que mais lhe agradaram] e/ou aprender a [ descrever as principais competências e habilidades conquistadas].


3. Finalize externando o seu desejo de auxiliar a empresa neste processo de transição. Aqui não é necessário entrar em detalhes e, claro, você não deve prometer o que não puder cumprir. Exemplo: Durante [o período em que você ainda vai ficar] eu continuarei  cumprindo com as minhas obrigações e auxiliando no que for necessário neste período de transição. Desejo sucesso para [ nome da empresa] e continuar mantendo contato com todos os membros da equipe no futuro.


Obviamente esta é apenas uma sugestão. Sinta-se à vontade para ajustá-la à sua experiência e à cultura da empresa.


Tenha certeza de que o seu ex-chefe (e futura referência) ficará impressionado e que, se você resolver voltar ( e isso acontece com frequência) será muito bom que o ultimo documento que tenha sido anexado à sua pasta seja uma carta de demissão elegante e profissional.




Profa. Dra. Carolina Spinola
E-mail: valorh@valorrh.com.br
Consultora da Área de Negócios da ValoRH. Administradora, com mestrado em Administração e Doutorado em Geografia, com ênfase em Desenvolvimento Regional. Professora Universitária e Coordenadora de Curso de Pós-Graduação.




Veja Mais