Salvador

Corpo de jornalista de 28 anos é encontrado na Av. Tancredo Neves

Polícia investiga causa da morte de Daniela Bispo, desaparecida desde ontem

Redação Correio 24h

O corpo da jornalista Daniela Bispo, 28 anos, foi encontrado na manhã desta terça-feira (14) no Edifício Catabas Empresarial, na Avenida Tancredo Neves, em Salvador. Formada em Jornalismo pela Unijorge, em 2015, Daniela estava desaparecida desde às 19h de segunda-feira (14), quando saiu da sala onde trabalhava no prédio, no 1º andar, para comprar um remédio e não voltou ao trabalho. 

Foto: Reprodução

Policiais Militares da 35ª Companhia Independente da PM (CIPM/Iguatemi) foram acionados na manhã desta terça-feira (14), para atenderem a ocorrência  e ao chegar no local foi encontrado na escada do 5º andar do edifício o corpo sem sinais vitais e com sangue. 

Daniela trabalhava no prédio, na empresa Call Tecnologia, que presta serviços de call center. Ela estava escalada para o plantão de ontem de 14h às 22h. Por volta de 19h, disse que ia tomar um remédio e não retornou.

"Ela se encontrou com uma pessoa no 5º andar cujas imagens já mostram e indicam quem tenha sido. A família também já apontou um suspeito e tudo leva a crer que tenha sido um crime passional", completou o capitão. 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas a vítima já estava morta. Daniela trabalhava no setor de direitos humanos da empresa de call center.  

A presidente do Sindcentel, Edla Rios, está no local e informou que há muito tempo os funcionários reclamam da falta de segurança no prédio. "É uma tragédia que poderia ter sido evitada, não fosse a falta de segurança", disse.

A Polícia Civil está investigando a morte, mas não informou detalhes sobre a apuração.