FLICA

Escritora nigeriana Minna Salami é uma das convidadas da Flica

Autora é jornalista e é um dos principais nomes quando o assunto é a diáspora africana

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Foto: Divulgação
Uma das principais vozes feministas da atualidade, a escritora e pesquisadora Minna Salami é uma das convidadas da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica). Em sua sétima edição, a Flica vai reunir Salami e Cidinha da Silva na mesa “Escrita de resistência contra quem deseja sufocar a nossa voz”,  marcada para o sábado (7) com mediação de Denise Carrascosa.

Minna Salami é jornalista e é um dos principais nomes quando o assunto é  a diáspora africana, etnia e as questões das mulheres africanas. Pela sua representatividade, foi escolhida pela Revista Elle, ao lado de personalidades como Angelina Jolie e Michelle Obama, como uma das "12 mulheres que mudaram o mundo". 

Seu trabalho defende uma mudança feminista global, estudando criticamente a relação entre gênero, etnia, política, cultura pop e crítica social, a partir de uma perspectiva centrada na África. Minna é colaboradora do The Guardian e colunista do Guardian Nigéria.  

A Flica será realizada entre os dias 5 e 8 de outubro. Estão programados debates literários, lançamento de livros, exposições, apresentações artísticas, contações de histórias e saraus.