E. C. Bahia

Freddy Adu receberá quase R$ 1 milhão em acordo com o Bahia

Jogador americano, que passou pelo clube em 2013, acionou o clube na Justiça por falta de pagamento de salários, FGTS, férias e rescisão

Ivan Dias Marques, do Correio 24h

Foram cerca de 150 minutos em campo. Desempenho pouco convincente, apesar de não ter comprometido nenhum resultado. A passagem do americano Freddy Adu pelo Bahia, em 2013, foi discreta, mas rendeu um acordo no valor de R$ 900 mil para o atleta, hoje com 27 anos e sem clube.

Adu em ação pelo Bahia: nem fudeu, nem cheirou (Foto: Robson Mendes/CORREIO)

Por conta do não-recebimento de salários (incluindo o 13º), férias, depósito de FGTS, além de multa pela rescisão contratual, ele ingressou com uma ação contra o clube na Justiça do Trabalho. No início do mês, o Bahia entrou num acordo com Adu e irá pagar R$ 900 mil ao atleta.

Tido como fenômeno do futebol aos 14 anos, sendo comparado com Pelé, o americano de origem ganesa virou um cigano do futebol, com passagens pelo futebol português, grego, francês, turco, americano, sérvio e finlandês. No fim de fevereiro, teve proposta da segunda divisão da Polônia.

Adu chegou ao Bahia em 5 de abril de 2013 e participou de seis jogos, sendo um como titular, contra a Portuguesa, pela Copa Sul-Americana. Atuou em dois Ba-Vis, ambos terminaram empatados. Ao todo foram 150 minutos, um triunfo, quatro empates e uma derrota. Foi dispensado em novembro do mesmo ano, após ter poucas chances no time. 

Veja Mais