O Dia da Toalha (25 de Maio)

O Dia da Toalha, também conhecido como Dia do Orgulho Nerd,  é celebrado no dia 25 de Maio como uma homenagem dos fãs ao autor da série “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, Douglas Adams.

O porquê  da escolha do dia 25 de Maio é controverso. Alguns dizem que foi escolhido este dia porque foi o dia de lançamento do primeiro filme da saga “Guerra nas Estrelas”, em 1977. Outros dizem que é porque 25 + 5 no formato hexadecimal (hãm?) resulta em 42, número especial no universo de Douglas Adams.

Os nerds não mudaram. O que mudou foi a sociedade. Depois que os esquisitos do colégio se tornaram os homens mais ricos do mundo, ser nerd virou uma escolha, e não uma imposição.

Quando eu estava no colégio, o grupo de nerds era formado por pessoas que haviam sido excluídas de outros grupos. Hoje, as crianças optam por ser nerds”, conta Benjamin Nugent, autor do livro “American Nerd: The Story of my People” (“Nerd Americano: A História do Meu Povo”, ainda sem publicação em português),  em entrevista a um site de notícias.

Dia da Toalha – Wikipedia
Nerds transformam opiniões e viram os novos ‘queridinhos’ da sociedade
TowelDay.org


Publicado em Comportamento | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário

Lista Top 10: Nerds

1. George McFly (De Volta para o Futuro)
2. McLovin (Superbad)
3. Pee Wee (Porky’s)
4. Stifler (American Pie)
5. Syndrome (Os Incríveis)
6. Garth (Quanto Mais Idiota Melhor)
7. Wayne Szalinski (Querida, encolhi as crianças)
8. Andy (Virgem de 40 anos)
9. Peter Parker (Homem Aranha)
10. Clark Kent (Superman)


Publicado em Listas Top 10 | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Gostar de Cultura Pop significa ser Nerd?

[Especial Semana do Orgulho Nerd]

Nerd (para a língua portuguesa do inglês estadunidense nerd) é um termo que descreve, de forma estereotipada, muitas vezes com conotação depreciativa, uma pessoa que exerce intensas atividades intelectuais, que são consideradas inadequadas para a sua idade, em detrimento de outras atividades mais populares.
[Wikipedia]

Até pouco tempo, e sem julgamento de valor, essa era a definição que vigorava! Eis que, de repente, os nerds saíram da condição de rejeitados para cultuados. E com eles na moda, alguns dos principais veículos de cultura pop se aproveitaram da onda e se auto-intitularam nerds também: Omelete, Jovem Nerd, Nerdovski (Roberto Sadovski), Nerdologia… dentre inúmeros outros.

Viraram até música no canal Seminovos do YouTube. “O nerd de hoje é o cara rico de amanhã… nerd de hoje é o cara lindo de amanhã… nerd de hoje é o bom marido de amanhã… Garota, escolha já seu nerd!“. Uau, que mudança!

Memes falam de tratar bem os nerds hoje, pois eles provavelmente serão seus chefes amanhã e assim o bullying de escola pode ser pago com juros e correção monetária numa futura vida profissional. Até um dia especialmente dedicado a eles foi instituído, conhecido também como “dia da toalha”, que terá um post exclusivo no dia 25 de Maio.

Os tempos mudaram, os garotos espinhentos de óculos saíram do quarto, aproveitaram sua clara fluência no aspecto da tecnologia, seu gosto para o estudo e hard work e viraram os empreendedores do mundo moderno. Revoluções como Netflix, Uber, 99Taxis, NuBank certamente tiveram origem em pensamentos nerds que, agora bem implementados, puderam virar realidade.

Não, gostar de Cultura Pop definitivamente não nos faz automaticamente Nerds. Para gostar de “Game Of Thrones” e debater fervorosamente o último episódio com colegas de trabalho na segunda-feira não é preciso ter o bonequinho de Jon Snow ao lado do seu PC. Mesmo por que nem todo Nerd abraça necessariamente o conceito de Cultura Pop por completo. Endossar mais este esteriótipo seria mais uma vez praticar uma forma de reducionismo barato, só que desta vez as avessas.


Publicado em Comportamento, Resenhas | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

X-Men Apocalipse

Também conhecido como Apocalipse, En Sabah Nur (Oscar Isaac) é o mutante original. Após milhares da anos, ele volta a vida disposto a garantir sua supremacia e acabar com a humanidade. Ele seleciona quatro Cavaleiros nas figuras de Magneto (Michael Fassbender), Psylocke (Olivia Munn), Anjo (Ben Hardy) e Tempestade (Alexandra Shipp). Do outro lado, o professor Charles Xavier (James McAvoy) conta com uma série de novos alunos, como Jean Grey (Sophie Turner), Ciclope (Tye Sheridan) e Noturno (Kodi Smit-McPhee), além de caras conhecidas como Mística (Jennifer Lawrence), Fera (Nicholas Hoult) e Mercúrio (Evan Peters), para tentar impedir o vilão.
[Sinopse]

Passados 16 anos da criação da franquia no cinema chegamos a “X-Men – Apocalipse”, o sexto filme da franquia (sem contar com os dois Wolverine e… Deadpool), terceiro depois do reboot de 2011 e o quarto dirigido por Brian Singer.  Lembrando ainda que eles são personagens da Marvel, mas no cinema são produzidos pelo estúdio de Fox, que tem, por força de contrato, seu controle criativo.

O filme chegou precedido de muita desconfiança, primeiro pelo reboot e bagunça na linha temporal criada pelos seus antecessores “Primeira Classe” e “Dias de um Futuro Esquecido”. Depois, óbvio, pelo nível de excelência que a Marvel tem aplicado aos filmes de super-heróis, o que tornou muito mais difícil a tarefa dos concorrentes.

Essa nova fase é calcada na repetição de clichês da própria primeira trilogia, ancorada na (bela) figura da Jennifer Lawrence, no excelente ator Michael Fassbender, que mais vez entrega um Magneto cheio de conflitos. Enfim, um mais do mesmo insuficiente para manter a franquia num nível de excelência.

A tal desconfiança foi tamanha, e se baixou tanto as expectativas, que no final o sujeito até consegue achar o filme bacana, o que pode inclusive mascarar uma certa urgência na revitalização da série. É… o gato subiu no telhado para os X-Men.


Publicado em Resenhas, Trailer, Video | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

“Transformers 5″ ganha título original e teaser

Os fãs de Transformers já podem comemorar. O quinto filme da franquia acaba de ganhar um teaser, além de divulgar o título oficial: “Transformers: The Last Knight”. As filmagens da superprodução da Paramount começam em julho deste ano e a previsão de estreia nos cinemas brasileiros é em 22 de junho de 2017.

Dirigido por Michael Bay, o filme tem roteiro de Ken Nolan (“Falcão Negro em Perigo”), Art Marcum e Matt Holloway (“O Homem de Ferro”). Mais uma vez no papel de Cade Yeager, o ator Mark Wahlberg está confirmado para o elenco.  No último filme da franquia, “Transformers: A Era da Extinção”, o personagem de Wahlberg encontra um caminhão abandonado, sem saber que na verdade o veículo é o Optimus Prime, líder dos Autobots. Em “The Last Knight”, Cade e Optimus Prime retornam às telas como protagonistas de uma nova saga.


Publicado em Cine Notícia, Trailer, Video | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário

O Maior Amor do Mundo

Nesta comédia romântica, várias histórias associadas à maternidade se cruzam: Sandy (Jennifer Aniston) é uma mãe solteira com dois filhos, Bradley (Jason Sudeikis) é um pai solteiro com uma filha adolescente, Jesse (Kate Hudson) tem uma história complicada com a sua mãe, Kristin (Britt Robertson) nunca conheceu a sua mãe biológica e Miranda (Julia Roberts) é uma escritora de sucesso que abre mão de ter filhos para se dedicar à carreira.[Sinopse]

O filme é uma continuação das comédias alto astral com estórias que se entrelaçam no final, o filão “novelo” que virou especialidade do diretor Garry Marshall (Uma Linda Mulher, O Diário da Princesa) com os ótimos “Idas e Vindas do Amor ” e “Noite de Ano Novo”, ambos com grande elenco de estrelas e que fizeram relativo sucesso, principalmente se comparados com seus custos de produção.

Neste a formula continua, tem Garry Marshall na direção, seu alter-ego Hector Elizondo, tudo centrado numa data comemorativa e com direito a inclusão da sua musa Julia Roberts. Mas desta vez a formula não funciona como antes. Tudo parece burocrático demais, no modo automático (Julia Roberts principalmente), na tentativa de emplacar Jason Suderkis como galã (o que definitivamente não colou!), e talvez nos 81 anos do diretor. Se salva a ótima Jennifer Aniston, sempre competente, bela e com as melhores cenas.

É o pior dentre os citados filmes da trilogia “novelo”, falta o toque de romantismo que havia nos outros filmes, talvez pela data do “dia das mães” realmente não remeter a este tipo de amor (motivo de terem mascarado o título), mas o gênero é tão inofensivo, tão tatibitati, que ainda assim serve como diversão ligeira e inofensiva.


Publicado em Resenhas, Trailer, Video | Com a tag , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Brian Hull canta “Hello” com personagens da Disney e Pixar


Publicado em Cine Humor, Video | Com a tag , , , | Deixar um comentário

E se Star Wars fosse feito pelos Irmãos Coen?


Publicado em Sem categoria | Com a tag , , , , | Deixar um comentário

May The 4th Be With You


Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Capitão América – Guerra Civil tem a maior bilheteria de abertura da história


Publicado em Sem categoria | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário