Bahia

Quadrilha assalta agência bancária e faz cinco reféns em Wanderley

Ainda estão em poder dos sete assaltantes o gerente e um dos funcionários do banco

Redação CORREIO (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma quadrilha de sete homens armados assaltou, no início da tarde desta segunda-feira (7), uma agência do Banco do Brasil do município de Wanderley, a 740 km de Salvador. Segundo informações da Polícia Militar da cidade, os bandidos fizeram cinco reféns na fuga e dois deles continuam em poder do grupo.


Os homens chegaram à agência em um veículo de modelo S10 prata por volta do meio-dia, quando o banco estava cheio de clientes. Os assaltantes, que estavam encapuzados e usavam colestes à prova de balas, atiraram diversas vezes contra as portas de vidro e renderam os dois vigilantes que faziam a segurança do local.


Ainda de acordo com a polícia, eles conseguiram explodir e  levar o dinheiro dos caixas eletrônicos. Os bandidos ainda atiraram nas paredes, nos tetos, para assustar os clientes e deixaram a agência completamente destruída. A ação durou cerca de 40 minutos.


Na fuga, a quadrilha levou como reféns os dois vigilantes, o gerente do banco, um funcionário e um cliente. Os bandidos fugiram na caminhonete S10 em direção ao município de Barra do Rio Grande e, a 15 km de Wanderley, eles abandonaram o veículo e libertaram três dos reféns, próximo à localidade de Lagoa Itió.


No mesmo local, os sete homens renderam um motorista e roubaram uma outra S10, que está sendo utilizada pelo grupo para a fuga. Ainda estão com a quadrilha o gerente e um dos funcionários do banco.


De acordo com a PM de Wanderley, no momento do assalto, trabalhavam no posto da polícia somente dois agentes, que não puderam enfrentar o grupo que estava armado com pelo menos duas metralhadoras e dois fuzis.


Depois do assalto, diversos clientes, entre eles, mulheres grávidas e idosos, passaram mal e precisaram ser socorridos para o hospital do município. Ainda não há informações sobre o paradeiro do grupo e quanto eles teriam roubado da agência.