Brasil

Banco terá que pagar mais de R$ 6 milhões para dois funcionários

Ação foi proposta pelo Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Niterói, na defesa dos trabalhadores

Agência O Globo

O Itaú terá que pagar um total de R$ 6.045.542,02 para dois funcionários que processaram o Unibanco - União de Bancos Brasileiros S.A. A fusão entre os dois bancos foi realizada em 2010, e a instituição passou a adotar o nome Itaú Unibanco. A ação que solicitava o pagamento de horas extras e seus reflexos teve início em dezembro de 1975 na Justiça e foi encerrada com um acordo homologado na 1ª Vara do Trabalho de Niterói do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ), na semana passada.

A ação foi proposta pelo Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Niterói, na defesa dos trabalhadores. Na audiência de conciliação, a juíza Najla Rodrigues Abbude determinou que as indenizações sejam pagos por meio de alvarás dos valores depositados no processo. No total, um empregado receberá o valor de R$ 5.595.942,02 e o outro, R$ 449.600.

Procurado, o Itaú Unibanco disse que não comentará o assunto.