Brasil

Bebê vai parar na UTI após engasgar com uva: 'estado grave'

"Quem deu a uva foi o meu marido. Ele estava na casa do pai dele e deu para o bebê, daí se distraiu e o bebê engoliu", relatou a mãe da criança

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Um bebê de um ano, identificado como Gabriel, engasgou com uva e está internado na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do hospital Gpaci, em Sorocaba (SP), há 12 dias. Em entrevista ao UOL, a mãe da criança, Ana Gabrieli de Souza, contou que o caso é grave e que em caso de melhora ele pode ficar com graves sequelas. 

Ao portal, Ana Gabrieli contou que estava no trabalho quando recebeu uma ligação avisando que o bebê havia engasgado com um bago de uva. O caso aconteceu no dia 10 de outubro. 

"Quem deu a uva foi o meu marido. Ele estava na casa do pai dele e deu para o bebê, daí se distraiu e o bebê engoliu. Eu estava no meu serviço. Aí me ligaram para avisar e eu passei mal, não conseguia nem andar. As meninas do meu trabalho que me ajudaram a entrar no carro para eu ir até lá", relatou a jovem ao UOL.

Na entrevista, a mãe contou que Gabriel teve uma parada cardíaca, foi reanimado. Depois, ele teve várias convulsões e precisou tomar fortes remédios. "Eu estou desesperada porque é muito grave. Ele está em coma com ajuda de aparelhos e está sem reação nenhuma", desabafou. 

O bebê completou um ano nesta semana, na UTI. "Os médicos falam que é muito grave e que a situação é delicada. Já nos desenganaram uma vez, mas, para Deus, nada é impossível", completou a mãe da criança.