Brasil

Cadela infarta e morre após barulho de fogos de artifício

Mila era uma cadela da raça pitbull e, de acordo com os tutores, Christiane Néri e Randel Silva, o animal não tinha problema de saúde

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A tristeza de uma família de Engenho Novo, Zona Norte do Rio de Janeiro, após a morte de uma cadela na virada do ano está comovendo milhares de pessoas nas redes sociais. O animal morreu  em decorrência do barulho dos fogos de artifício na madrugada do dia 1º de janeiro.

Segundo tutores, a cadela Mila tinha por volta de dez anos e estava saudável Foto: Reprodução Facebook/ Randel Silva

Mila era uma cadela da raça pitbull e, de acordo com os tutores,  Christiane Néri e Randel Silva, o animal não tinha problema de saúde, mas sofreu um ataque de pânico e infartou durante a queima de fogos. "A Mila ficou em estado de pânico, foi muito triste ver aquela situação. Colocamos músicas, cantamos e demos carinho até que ela se deitou e, aparentemente, estava mais calma. Mas, depois de um cochilo, fomos vê-la e ela já estava sem vida", relatou a dona. (...) "Encontrá-la daquele jeito foi uma das piores coisas da minha vida. A morte da Mila é tola, estúpida. Ela estava bem e foi arrancada de mim, ela iria viver mais alguns anos. Poderia ter sido evitado, é possível fazer um espetáculo apenas com luzes", afirma a tutora.