Brasil

Cinco listas com curiosidades sobre as maiores cidades do Brasil

Entradas no Guinness Book, estatísticas mais atuais, lugares curiosos para visitar em cada cidade, recordes que envolvem comidas ou aspectos modernos e muito mais. Descubra fatos interessantes sobre as capitais mais populosas do país

Por Vanessa Brunt e Stephanie Vasques, do Não Óbvio


O maior país da América do Sul também é o mais populoso. Os mais de 8.511.965 km² de extensão já ultrapassam mais de 210 milhões de brasileiros, segundo a mais recente estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), feita em 2019.

Sobre números por estados e municípios, a pesquisa mais recente foi realizada em 2017, também pelo IBGE. Numa lista contendo as 17 cidades com o maior número de habitantes, lideram: São Paulo (12.106.920), Rio de Janeiro (6.520.266), Brasília (3.039.444), Salvador (2.953.986) e Fortaleza (2.627.482).

É sempre bacana lembrar que o Brasil traz belezas variadas em cada canto e que traz diferentes costumes em casa estado e cidade. Por isso o NÃO ÓBVIO sempre apresenta lugares curiosos para conhecer pelo país e não somente no mundo.

E para ajudar quem quer explorar um pouco mais do lado nacional, aqui vai uma lista com 10 curiosidades de cada uma dessas 5 cidades. Confira:

1. São Paulo (SP)

Foto: reprodução / Não óbvio

1) É considerada a capital mundial dos helicópteros, já que a cada cinco minutos, pelo menos 4 helicópteros pousam ou decolam na capital paulista. São mais de 400 helipontos em São Paulo e muitos deles estão estrategicamente localizados em hotéis da zona nobre da cidade. No Blue Tree Faria Lima, no bairro Itaim Bibi, o heliponto é utilizado em média de 5 a 7 vezes por dia. Em dias de sol, em que as condições são mais favoráveis para pilotar, o local chegou a receber 20 pousos e decolagens. Existe até um projeto de Uber de helicópteros na capital.

2) É a segunda cidade que mais consome pizza no mundo, perdendo o primeiro lugar para Nova Iorque. Segundo dados do São Paulo Convention & Visitors Bureau, mais de 700 pizzas por minuto e 1 milhão por dia são consumidas.

3) Os famosos ônibus vermelhos de dois andares que trafegam por Londres já existiram em São Paulo: Em 1987, 11 unidades deles foram colocados para circulação pela Companhia Municipal de Transporte Coletivo. No ano seguinte, mais 26 foram adicionados. Porém, a novidade não vingou e eles foram retirados pouco tempo depois. É possível ver um deles no Museu do Transporte, na zona Norte de São Paulo.

4) Há uma plantação de café dentro da cidade, e o local fica bem próximo a Avenida Paulista, mais precisamente no Instituto Biológico da Vila Mariana. São cerca de 1500 pés plantados.

5) Em 1959, insatisfeitos com os candidatos a vereadores nas eleições da época, os cidadãos elegeram para o cargo (com mais de 100 mil votos numa eleição feita ainda a papel e caneta), o Cacareco, um rinoceronte do Zoológico de São Paulo.

6) Ainda existem índios pela metrópole. Uma tribo Guarani fica no Pico do Jaraguá, na Zona Oeste. As outras duas, Tenondê Porã e Krukutu, em uma reserva no distrito de Parelheiros, extremo sul de São Paulo.

7) Uma estimativa feita pelo Centro de Controle de Zoonoses de São Paulo concluiu que há ao menos 15 vezes mais ratos que humanos na cidade, ou seja, aproximadamente 160 milhões deles.

8) São Paulo possui a maior oferta cultural da América do Sul (com 110 museus, 40 centros culturais, 80 bibliotecas, 280 salas de cinema e 160 teatros) e também a maior oferta de hoteleira do continente (com 42 mil quartos em 410 hotéis).

9) A atual Praça da República, localizada no centro da cidade e um dos pontos turísticos da região, sediava uma arena de touradas no passado. Chamada de Largo dos Curros na época, teve a sua primeira tourada no ano de 1832. O lugar foi reestruturado entre 1900 e 1902, porém os eventos foram proibidos 4 anos depois, em 1906.

10) A capital paulista nasceu após a construção de um colégio jesuíta em 1554, no alto da colina de Piratininga, chamada pelos índios de “Serra de Paranapiacaba”. Seu nome se deu graças ao dia da fundação deste colégio, em 25 de janeiro, mesmo dia em que se comemora a conversão do apóstolo Paulo de Tarso na Igreja Católica.

2. Rio de Janeiro (RJ)

Foto: reprodução

1) O metro quadrado mais caro do país fica no Rio, mais precisamente no bairro do Leblon. Um levantamento feito pelo FipeZap em 2017 mostra que um imóvel na região pode custar, em média, R$ 21.000,00.

2) Possui, comprovadamente, o céu mais azul do mundo. O resultado foi concluído após uma pesquisa feita em 2006 por pesquisadores de TV que visitaram 20 locais diferentes no mundo e utilizaram um espectômetro portátil especial desenvolvido por cientistas do British National Physical Laboratory.

3) O Cristo Redentor se tornou um arranha-céu sem querer: Uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno recebe constantes descargas elétricas durante o ano, graças à combinação de montanhas e grande concentração de água das lagoas, baías e mar. O Cristo, inclusive, é atingido por dois a quatro raios por ano, em média, segundo o Instituto Brasileiro de Pesquisas Espaciais. Por isso, na cabeça da estátua há uma coroa de espinhos feita para servir realmente como um para-raios.

4) O Rio abriga um dos bairros mais quentes do país, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Situado num vale entre a Pedra Branca e de Gericinó, a dificuldade da circulação de vento é um dos motivos para este fato, além do seu crescimento populacional. Em sua temperatura recorde, os termômetros marcavam 43,1°C.

5) O Aeroporto Internacional Tom Jobim (RioGaleão) é o nono aeroporto mais movimentado da América Latina. A estatística foi realizada e publicada no Anuário 2018/2019 da Alta, associação que reúne 19 empresas do continente.

6) O Rio sediou o maior jogo de futebol do mundo, segundo a Fifa. A partida da final da Copa do Mundo de 1950 aconteceu no Estádio do Maracanã, onde Brasil e Uruguai disputavam a medalha de outro – mas perdemos por 2×1. Foi o recorde de maior público para assistir uma partida de futebol: quase 200 mil pessoas no interior do estádio.

7) Possui a maior floresta urbana do mundo, a Floresta da Tijuca, com 33 quilômetros quadrados reflorestados no final do século 19. Desde então, virou uma área de conservação natural. Dentro dela, estão localizados o Jardim Botânico, o Parque Lage e o Corcovado.

8) A cidade fundou o frescobol! O esporte praiano surgiu em 1940, na praia de Copacabana, por Lian Pontes de Carvalho, dono de uma fábrica de pranchas e móveis que usava as sobras de madeira para confeccionar raquetes. Houve uma época em que o frescobol foi proibido no bairro e seus praticantes começaram a frequentar outras praias, fazendo com que a atividade fosse disseminada, aos poucos, pelo país, ganhando até um dia comemorativo: 10 de Julho.

9) O famoso traçado do Calçadão de Copacabana é baseado no da Praça do Rocio em Lisboa, representando o encontro das águas doces do Tejo com o Oceano Atlântico.

10) Possui a maior ponte do país: A Ponte Presidente Costa e Silva (mais conhecida como Rio-Niterói) começou a ser construída no ano de 1974 e demorou 11 anos para ser finalizada. Atravessando toda a Baía de Guanabara, possui 14 quilômetros de comprimento.

3. Brasília (DF)

Foto: reprodução
1) O cine Drive-in é o único cinema à céu aberto em funcionamento no país. Foi criado em 1973, num estacionamento que comporta até 500 carros, possui um telão de 312 m², e é patrimônio cultural do Distrito Federal. Falamos mais sobre ele na matéria de 6 cinemas inovadores para conhecer pelo Brasil.

2) A cidade foi arquitetada por Lúcio Costa e possui o formato de um avião ao ser vista de cima. Porém, essa não era a intenção dele: no projeto inicial, a cidade teria o formato de uma borboleta. Após as modificações, foi batizado de “Plano Piloto”.

3) O Lago Paranoá é artificial e surgiu após o fechamento da barragem do rio de mesmo nome, por ordens de JK. O objetivo da sua criação era aumentar a umidade em suas proximidades.

4) Na Catedral de Brasília, ao falar perto de uma das laterais curvas das paredes, uma pessoa posicionada a metros de você consegue te escutar com clareza.

5) Instala a maior bandeira do mundo, seguindo o Guiness Book. Localizada na praça dos Três Poderes, a bandeira do Brasil hasteada nessa praça possui 286m² e é trocada todo primeiro domingo do mês.

6) A capital é dividida em setores temáticos, com o objetivo de organizá-la em setores: Hospitalares, Hoteleiros, Bancários, Comercial, Cultural entre outros.

7) O Parque da Cidade de Brasília, possui mais de 400 hectares e é o maior parque urbano da América Latina, além de ser um dos maiores do mundo.

8) Em 2017, a empresa americana de consultoria empresarial Mercer classificou Brasília como a cidade brasileira com melhor qualidade de vida para se morar. Levando em consideração a infraestrutura social para o ranking mundial, ela fica ganha a 109ª posição.

9) Em 2014, a cidade sediou uma corrida de cadeiras de escritório, onde várias pessoas levaram a sua para competir, diversão que gerou notícia por todo o país.

10) A localização da capital nasceu do sonho de Dom Bosco, um santo italiano que dizia haver uma terra prometida entre os paralelos 15° e 20°, às margens de um lago.

4. Salvador (BA)
Foto: reprodução

1) Salvador é a única cidade do Nordeste no ranking IESE Cities in Motion Index, que elenca as cidades mais inteligentes (smart cities) do mundo. Numa lista de 165 cidades de 80 países, ocupa a 147ª posição, sendo a quinta entre as seis únicas brasileiras, ficando atrás de São Paulo (116ª), Rio de Janeiro, (126ª), Curitiba (135ª), Brasília (138ª) e Belo Horizonte (151ª).

2) É o líder em receptivo turístico da região Nordeste, segundo comparação feita pelo Movimento Anual de Aeronaves, da Infraero, dos pousos e decolagens realizados em 2010. São mais de 7,7 milhões de pessoas que embarcaram e desembarcaram na capital por ano.

3) É a capital com maior proporção de negros do Brasil, com 82,1%, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) do IBGE. Cerca de 80% da população baiana possui antepassados africanos.

4) O Shopping da Bahia foi o segundo shopping a ser construído no país. Inaugurado em 1975 como Iguatemi, após a finalização do shopping de mesmo nome em São Paulo.

5) Fundou a primeira escola de nível superior do Brasil, a Escola de Cirurgia da Bahia, em 18 de fevereiro de 1808. Hoje, é a Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

6) Falando nela, a UFBA é 30ª melhor universidade latino-americana, de acordo com o ranking da Times Higher Education (THE) divulgada em 2018. Entre as instituições brasileiras, está na 14ª posição, sendo a melhor da região Nordeste.

7) A cidade possui cerca de 365 igrejas católicas espalhadas em suas áreas – uma para cada dia do ano. Todas são conhecidas pela arquitetura barroca de beleza exuberante. A Arquidiocese de Salvador, porém, conta algumas a mais e diz que existem no total 372 templos católicos na cidade.

8) Vários nomes de bairros e ruas possuem uma história por trás, como Caixa D’Água, nomeada assim porque lá foi construído o primeiro reservatório de água em alvenaria no território brasileiro. Antes chamado reservatório de Cruz do Cosme, em 1852 o bairro passou a ser a principal fonte de encomenda de água na cidade.

9) As baianas de acarajé são tão importantes na cultura de Salvador que ganharam um feriado só para elas: 25 de novembro. Geralmente, neste dia é divulgada uma programação especial na cidade que envolve missas, feiras, festivais e outros eventos.

10) De acordo com uma pesquisa feita em 2019 pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), Salvador é a cidade com o maior número de franquias do nordeste, com mais de 1.800 ativas em 4.000 unidades operacionais, ocupando a 6ª posição no ranking brasileiro.

5. Fortaleza (CE)
Foto: reprodução
1) Em pesquisa elaborada pela FDi Intellegence, divisão da jornal inglês Financial Times, Fortaleza é a 8ª cidade da América do Sul com melhores perspectivas de futuro, em termos de potencial econômico, negócios, capital humano, estilo de vida, custo, eficácia, conectividade e simpatia.

2) Abriga, em sua região metropolitana, o maior parque aquático da América Latina e segundo maior do mundo: o Beach Park.

3) O RioMar Shopping Fortaleza (CE) é atualmente o segundo maior shopping do país, perdendo apenas para o Centro Comercial Leste Aricanduva Shopping, em São Paulo. Possui 434.935 m² de área construída, 6 pisos, 354 lojas, 10 cinemas, 14 lojas âncora e 6670 vagas de estacionamento.

4) Fortaleza foi a primeira cidade do mundo a receber o Prêmio Internacional Visão Zero para a Liderança Juvenil, concedido pela Iniciativa Visão Zero para Juventude, instituição liderada pelo Centro Nacional para Caminhos Seguros para Escola, dos Estados Unidos, com o apoio da Fundação FIA. O prêmio reconhece e destaca práticas notáveis de segurança viária para alcançar uma mortalidade zero no trânsito entre crianças e jovens.

5) É conhecida como a Terra do Sol e da Luz por sua localização geográfica que permite a maior quantidade possível de dias ensolarados na cidade: em média, 350 por ano.

6) É a capital brasileira mais próxima da África, numa distância exata de 3.095 km de Dakar (Senegal) e a mais perto também da Europa, a 5.608 km de distância de Lisboa (Portugal).

7) O time de futebol Esporte Clube Fortaleza é o terceiro com o maior número de sócios do Nordeste.

8) O humor é característica presente no estado, e em Fortaleza existe um teatro totalmente dedicado ao tema: o Teatro do Humor Cearense. Possui cinco apresentações por semana e atrai turistas de diversos lugares diferentes.

9) Theatro José de Alencar homenageia o escritor de mesmo nome, nascido na cidade. Foi inaugurado em 1910, com capacidade para 800 pessoas. O complexo ainda conta com espaço a céu aberto para apresentações e um prédio anexo que é sede do Centro de Artes Cênicas.

10) Competindo com Recife, é um destino que dá palco para muitos artistas internacionais. Alguns dos maiores nomes que já tocaram pela cidade foram: Menudo, A-Ha, The Calling, RBD, McFly, The Cranberries, The Black Eyed Peas, Jack Johnson, Jason Mraz, Jennifer Lopez, David Guetta, Beyoncé, Paul McCartney, Elton John e Guns N’Roses.

*Conteúdo divulgado em parceria com o site Não Óbvio