Brasil

Halo solar é visto no céu de Brasília neste sábado

Fenômeno envolve nuvens de cristal de gelo e a refração da luz solar

Agência Brasil

O céu de Brasília está diferente neste sábado (7). Diversas coincidências envolvendo nuvens formadas de cristais de gelo, localizadas a mais de 10 mil metros de altura, e a refração da luz solar possibilitaram a formação do chamado “halo solar” com as cores do arco-íris ao redor do grande astro.

“Não diria que é um evento raro. Mas é um evento lindo e imperdível”, disse à Agência Brasil o meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) Mamedes Luiz Melo.

Segundo ele, esse evento não é formado em qualquer nuvem. “É necessário que essas nuvens sejam formadas de cristais de gelo e a uma altura para lá de 10 mil metros. Mas para se formar depende ainda de uma coincidência com relação à posição do Sol, de forma a possibilitar que a refração da luz solar incida sobre esses cristais para então formar o halo”, explicou Mamedes.

Evento similar pode ocorrer tendo a Lua ao centro. “Nesse caso, forma-se um círculo de nuvem ao redor do satélite natural”, acrescenta.

Mamedes explica que, em geral, esse evento ocorre quando há dissipação de nuvens, após chuva. “As nuvens mais baixas são levadas pelo vento e essas que estão mais alta permanecem. Pode ocorrer também no final de períodos secos, quando as nuvens começam a chegar”.

Quem quiser ver este belo fenômeno precisa, no entanto evitar olhar diretamente para o Sol. Caso contrário poderá queimar a retina, prejudicando de forma definitiva a visão.