Brasil

Incêndio atinge barracão da escola de samba Viradouro

Escola que trouxe as Ganhadeiras de Itapuã à Sapucaí foi a campeã do carnaval do Rio deste ano

Cristina Índio do Brasil, da Agência Brasil

Um incêndio atingiu o barracão da escola de samba Viradouro, na Cidade do Samba, região portuária do Rio de Janeiro. Os bombeiros foram chamados às 8h20 e ainda estão no local com quatro viaturas, incluindo uma com escada magirus, para a fase de rescaldo. A  assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros informou que não há vítimas e não houve necessidade de enviar reforço ao local. A Defesa Civil foi acionada para avaliar a estrutura do barracão e o impacto do incêndio no prédio.

A Polícia Militar informou que a área foi cercada para evitar a proximidade de pessoas e junto com agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio (CET-Rio) orienta o trânsito no entorno.

A Viradouro informou que o fogo foi notado por um grupo que trabalha no barracão. A fumaça atingiu o terceiro andar do barracão. O presidente da escola, Marcelo Calil Petrus Filho está no local acompanhando o trabalho dos bombeiros. A escola ainda não avaliou o prejuízo.

As pessoas que estavam no barracão pegavam tecidos que a escola está utilizando na fabricação de máscaras de proteção. A produção começou no dia 1º de abril, e as máscaras já foram distribuidas para asilos do Rio e de Niterói e para componentes da escola. A fabricação está sendo feita em um ateliê no bairro do Campinho, na zona norte da cidade.

Campeonato

Com o enredo Viradouro de Alma Lavada, a escola de Niterói conquistou, este ano, o campeonato no Grupo Especial, considerado a elite do carnaval do Rio. O último título tinha sido em 1997 com o enredo Trevas! Luz! A Explosão do Universo, do carnavalesco Joãosinho Trinta.

O enredo deste ano contou a história das Ganhadeiras de Itaupã de Salvador, na Bahia. Com a lavagem de roupas na Lagoa do Abaeté e outros serviços, essas mulheres conseguiram com os recursos comprar as suas alforrias.