Brasil

Operação visa desarticular milícia de delegado federal e policias civil e militar no Rio

Ação é para prender 16 suspeitos de integrarem uma milícia que atua na zona oeste há 13 anos

Redação CORREIO (redacao@correio24horas.com.br)
- Atualizada em

A Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro fazem nesta quarta-feira (27) uma operação para prender 16 suspeitos de integrarem uma milícia que atua na zona oeste há 13 anos. Até o momento, 11 pessoas foram detidas. Entre os acusados estão um delegado aposentado da Polícia Federal e integrantes da Aeronáutica, da Polícia Civil e da Polícia Militar.


Segundo o Ministério Público, o grupo criminoso era chefiado pelo delegado federal Luiz Carlos da Silva, pelo agente da Polícia Civil Eduardo Lopes Moreira e pelo policial militar Thiago Rodrigues Pacheco, que foram presos hoje.


O grupo foi denunciado à 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá, que decretou a prisão preventiva por formação de quadrilha armada para a prática de crime hediondo. De acordo com o Ministério Público, o grupo agia desde 1998, nas localidades de Pedra Branca, Santa Maria, Pau da Fome, da Estrada dos Teixeiras, Estrada do Rio Pequeno e Estrada do Rio Grande, cobrando ilegalmente taxas dos moradores.


Eles são acusados ainda de homicídios qualificados, agiotagem, crimes ambientais, tráfico de influência, entre outros crimes. As informações são da Agência Brasil.