Brasil

PM é expulsa da corporação após participar de maratonas; entenda

Motivo do afastamento foi descoberto nas redes sociais

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A policial militar Luciana Amaral de Freitas Sousa foi expulsa, esta semana, da corporação no Rio de Janeiro, após participar de maratonas. Ela estava afastada por licença médica, mas foi 'flagrada' mais de uma vez em competições de corrida.
Além de participar de maratonas e compartilhar fotos em suas redes sociais, Luciana aplicou golpes nos colegas. Segundo o UOL, ela vendia kits para as competições, recebia o dinheiro, mas não entregava os kits e também não inscrevia as pessoas nas corridas. 

De acordo com boletim interno da PM, o comportamento da soldado evidenciou desvio de conduta, que acarretou em sobrecarga de serviço aos demais PMs e causou danos irreparáveis à sociedade e à corporação. De acordo com a Corregedoria, a soldado foi desleal e agiu de má-fé.