Coisa de Cinéfilo

Plot Twist: filmes que não são nada daquilo que imaginávamos

“Plot twist” é quando o filme sofre uma grande reviravolta na narrativa, mudando completamente o rumo daquela história ou do que imaginávamos que ela seria

Marcela Gelinski - Coisa de Cinéfilo*

Talvez você já tenha ouvido falar no termo “plot twist” em alguma conversa de cinéfilos ou mesmo lendo uma crítica em portais de cinema. Este é um recurso narrativo muito interessante e comum de ser utilizado em filmes e o conceito é ainda mais simples. Na tradução livre do inglês, “plot” significa “enredo” e “twist” se traduz como “torção”, “volta”, sendo assim, algo como “torção no enredo”.

“Plot twist” é quando o filme sofre uma grande reviravolta na narrativa, mudando completamente o rumo daquela história ou do que imaginávamos que ela seria. O espectador pode até ficar meio perdido ou atordoado por alguns minutos até que o enredo se apresente na sua transformação e nos guie da maneira correta às respostas que surgem abruptamente.

Para não dar exemplos que possam ser de grande spoiler aos nossos leitores, pegamos como modelo o filme “O Sexto Sentido”, de 1999, do diretor M. Night Shyamalan e com Bruce Willis como protagonista. Passamos mais de 70% do longa acompanhando a trajetória do psicólogo e seu paciente infantil (Haley Joel Osment), que relata ver pessoas mortas o tempo todo.

O que o público não poderia esperar e se choca ao saber é que o próprio psicólogo vivido por Willis é um dos mortos que o garotinho vê. Somos apresentados então à lembrança de diversos indícios ao longo do filme que sugerem desde o começo que ele realmente não está vivo e somente o garoto pode vê-lo.

Esta grande reviravolta, que causa um choque ao espectador, é chamado de “plot twist” e é um dos recursos mais procurados pelo público, especialmente quando sabiamente utilizado. Não necessariamente é guardado para o final do filme, podendo dividi-lo ao meio com ápice central ou até mesmo entregando logo no começo essa transformação.

É claro que o “plot twist” acaba sendo muito mais utilizado em gêneros como suspense e terror, uma vez que são tramas que se beneficiam demais da falta de conhecimento do espectador. No entanto, não se restringe apenas a isso. Longas como “O Show de Truman” (drama), “Viva – A Vida é Uma Festa” (animação) e “Desejo e Reparação” (drama/romance) são exemplos de que esta ferramenta compete a diversos estilos de filmes e é amplamente utilizada.

A seguir, selecionamos uma lista de 10 filmes com plot twists interessantes que valem a pena você conferir. Mas fique tranquilo que não damos nenhum spoiler na descrição! E, claro, que todos estão disponíveis em streamings!

  • Garota Exemplar (Prime Video)

Um casal que vive aparentemente bem é abalado repentinamente quando, no aniversário de cinco anos de casamento, a esposa some sem deixar rastros. Sendo o primeiro alvo suspeito, o marido não apresenta muito sofrimento com a situação e somos apresentados a realidade de fato que o casal vivia.

  • Clube da Luta (Prime Video)

Jack é um trabalhador insatisfeito com a sua vida cotidiana e que decide buscar um grupo de autoajuda para resolver a insônia que te consome. Lá, ele conhece Tyler, um jovem cheio de ideia que apresenta Jack a um grupo secreto de lutas, com regras restritas, que se encontra para aliviarem a tensão e angústia através de violentos combates.

  • A Chegada (Netflix)

Quando naves extraterrestres pousam em diferentes locais da Terra, diversas equipes de cientistas tentam fazer contato com os seres alienígenas. Nos Estados Unidos, a linguista Louise tentará decifrar os códigos emitidos por estas criaturas desconhecidas. Com um enredo que vai e vem na vida da protagonista, as mudanças no final são surpreendentes.

  • Corra! (Now)

Chris, um jovem negro, é convidado por Rose, sua namorada branca, para conhecer seus pais no fim de semana. Mesmo que com algum receio por conta da diferença racial, ele acaba aceitando o convite e vai nesta reunião familiar numa casa afastada. O tempo todo ele sente que tem algo errado acontecendo, mas acaba se mantendo no local, pois acredita ser um exagero de sua parte.

  • Um Contratempo (Netflix)

Adrian Doria acorda desesperado em um quarto de hotel com a amante morta a tiros. Não existe nenhum sinal de arrombamento no local e ele rapidamente vira o primeiro suspeito. Muito rico, ele contrata a melhor criminalista para ajudar a defender o caso e mostrar que ele é inocente. O longa se passa justamente com ele narrando todos os fatos.

  • Parasita (Telecine Play)

Vencedor do Oscar de Melhor Filme em 2020, este filme sul-coreano nos mostra a história de uma família pobre que tenta ascender socialmente através de mentiras que contam para conseguir trabalhos e dinheiro. Quando vão os quatro (pai, mãe e dois filhos) trabalhar numa casa de milionários, as coisas começam a mudar um pouco de rumo para eles.

  • A Origem (Apple TV)

De Christopher Nolan, esse filme dá um verdadeiro nó no espectador aos nos apresentar a um conceito de construção e camadas de sonhos que podem ser adentrados através de especialistas. Eles invadem o inconsciente da pessoa e plantam ou demovem ideias.

  • Nós (Prime Video)

Do mesmo diretor de “Corra!”, Jordan Peele, este filme mostra Adelaide (Lupita Nyong'o) e Gabe (Winston Duke) num fim de semana de férias com a família, em uma casa de veraneio. Eles viajam com os filhos e começam a aproveitar o ensolarado local, mas a chegada de um grupo misterioso muda tudo e ameaça a integridade de todos.

  • Se7ven – Os Sete Crimes Capitais (HBO Max)

Dois investigadores de perfis completamente diferentes, representados por Brad Pitt e Morgan Freeman, são destinados a uma série de crimes que acontecem em sequência e têm relação com os sete pecados capitais.

  • Psicopata Americano (Prime Video)

Protegido pela carapaça da estética e do status social, Patrick Bateman é um jovem rico, branco e bonito de Wall Street que dá vazão para seus instintos assassinos com base na inveja que ele tem de pessoas que sucedem melhor do que ele.

Marcela Gelinski, editora do site Coisa de Cinéfilo