Mundo

Artista pinta tela com pincel feito de pelos retirados da vagina

A obra foi exposta na exposição “The Sense of Smell”, no museu Moti localizado em Breda, na Holanda

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O artista belga Peter de Cupere causou polêmica ao criar uma obra com essência de vagina colhida de várias mulheres, de etnias diversas como tinta e com cerdas de seu pincel que foram constituídas de pelos públicos, retirados um a um das partes íntimas e agrupados para formar um "chumaço".


"Não há nada tão criativo quanto começar um quadro em branco e pincelar seus desejos com cheiro de vagina", descreveu o artista.  Inspirada na obra "A origem do mundo", feita em 1866, Cupere quis provar que existe um tabu muito grande na sociedade.Sua obra retrata uma vagina de forma realista e foi censurada inúmeras vezes ao longo da história, sempre causando polêmicas e discussões sobre o tema. A obra foi exposta na exposição “The Sense of Smell”, no museu Moti localizado em Breda, na Holanda.

A obra foi exposta na exposição “The Sense of Smell”, no museu Moti localizado em Breda, na Holanda