Economia

Caixa anuncia nova redução nos juros do crédito imobiliário

A medida valerá para contratos de financiamento de imóveis atualizados pela Taxa Referencial (TR)

Eliane Oliveira, da Agência O Globo

A Caixa Econômica Federal anunciou, pela segunda vez neste mês, a redução das taxas de juros para o crédito imobiliário. A partir do próximo dia 6 de novembro, a taxa máxima cairá de 9,5% para 8,5% ao ano, para imóveis residenciais enquadrados nos sistemas Financeiro de Habitação (SFH) e Financeiro Imobiliário ( SFI ). Já a taxa mínima passará de 7,5% para 6,75% ao ano. A medida valerá para contratos de financiamento de imóveis atualizados pela Taxa Referencial (TR), que atualmente está zerada.

- A Caixa é o banco de todos os brasileiros e trabalha com políticas diferenciadas de juros, para oferecer à população as melhores condições de aquisição da casa própria - afirmou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

A redução do custo do crédito imobiliário foi anunciada horas antes do encerramento da reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom). Mas a instituição assegurou que a medida nada tem a ver com o que pode decidir o Copom no fim da tarde desta quarta-feira. A expectativa do mercado é de um novo corte na taxa básica de juro (Selic), hoje em 5,5% ao ano.



No último dia 8, os juros cobrados pela Caixa cobrados no crédito imobiliário caíram de 8,5% ao ano para 7,5%, mais a TR, para quem é cliente do banco. A taxa máxima diminuiu de 9,75% para 9,5%.