Tecnologia

iBahia avalia quatro smartphones entre R$ 1 mil e R$ 1,5 mil

Na dúvida entre um celular e outro? Reunimos, em uma lista, quatro aparelhos para esclarecer de vez os pontos fortes de cada um

David Silva* (david.silva@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Muita gente, ao comprar um celular, se pergunta: será que o aparelho vale mesmo a pena? A resposta correta, na realidade, é que depende muito do uso de cada um. Mas, muito mais do que o "uso", outro fator que pesa bastante na hora da decisão é o preço. Asus, Samsung, LG, Motorola... Quais aparelhos realmente valem a sua atenção, baseado no preço e na sua usabilidade? Pode deixar que a gente te ajuda.

O iBahia reuniu os smartphones mais badalados na faixa dos R$ 1 mil e R$ 1,5 mil e listamos na ordem de benefício para você ficar de olho e, quem sabe, fazer a troca por um novo celular. Nada substitui aquela sensação de pegar um novo dispositivo pela primeira vez, não é?

Ideal para longos intervalos sem carregamentos

Câmera ★★★☆☆
A câmera do Zenfone 3 Zoom é de 12 megapixels, com abertura de 1.7f, o que permite boas fotos mesmo em ambientes escuros. Como a abertura é grande, é necessária uma boa estabilização: o aparelho conta com estabilização óptica, que evita capturas tremidas. O flash está presente apenas na parte de trás do aparelho. Já para a filmagem, ele é capaz de capturar vídeos em até 4k de qualidade, a 30 fps; mas vá devagar, pois o smartphone pode esquentar bastante durante as gravações.

Tela ★★★★☆

A tela, de 5.5 polegadas, é feita de Gorila Glass 5, que garante uma boa proteção à quedas e riscos. Além disso, ela possui a tecnologia AMOLED Full HD, que apresenta boa nitidez na hora de reproduzir fotos, vídeos e jogos com tons de preto. Uma boa surpresa é a capacidade de toques simultâneos: são até dez, sem que um interfira no outro.

Potência ★★★☆☆

O processador é o Snapdragon 635, uma CPU que aguenta rodar, de forma satisfatória, jogos como GTA San Andreas e Bully, que exigem um poder de processamento um pouco maior. Além disso, o celular conta com 4 gigabytes de RAM, que garantem uma maior fluidez na hora de alternar entre os aplicativos. O ponto negativo, porém, é que, mesmo com processador semelhante, ele ficou atrás até mesmo da primeira versão do Moto Z Play, que também integra a lista.

Bateria ★★★★★

Muita gente precisa de uma bateria 'parruda' para aguentar o dia inteiro, principalmente se o uso é intenso. Parece loucura, mas o Zenfone 3 Zoom consegue, pelo menos segundo a ASUS, aguentar dois dias sem ter que ver a tomada. Tudo isso é graças aos 5 mil mAh da bateria, quase o dobro dos aparelhos convencionais do mercado. Seu amigo precisa dar uma carguinha extra no aparelho dele? O Zenfone 3 Zoom pode dar essa forcinha através de um cabo especial.

Faixa de preço do Zenfone 3 Zoom: R$ 1,3 mil


Foto: Divulgação

Modularidade e poder de processamento

Os celulares da linha Z são modulares. Mas que diabos é um celular modular? É todo aparelho que possui um encaixe para peças externas que garantem funcionalidades extras ao smartphone. O Z2 Play, até a data de publicação desta matéria, possui caixa de som, bateria externa, joystick, câmera da Hasselblad e capinhas removíveis como opções.

Câmera ★★★☆☆

O Moto Z2 Play conta com uma câmera de 12 megapixels, capaz de registrar momentos com boa precisão e com iluminação mediana. Na hora de focar, o aparelho consegue realizar a ação com um tempo mínimo de resposta, graças ao sistema de foco a laser. Além disso, ele possui flash na câmera traseira e frontal.

Tela ★★★★☆

A tela, com 5.5 polegadas, é feita de Gorila Glass 3, que garante boa proteção contra impactos e riscos. Ela é produzida com a tecnologia Super AMOLED Full HD, que oferece uma boa qualidade na hora de reproduzir vídeos e games.

Potência ★★★★★

O aparelho tem o mesmo processador do Zenfone 3 Zoom, mas supera o rival em alguns testes realizados. Mesmo com configurações semelhantes (4 gigabytes de RAM e Snapdragon 635), ele garante um bom equilíbrio na hora de segurar games e aplicativos mais pesados, que exigem uma força maior por parte da CPU.

Bateria ★★★☆☆

O Moto Z2 Play conta com 3 mil mAh, que são administrados de forma razoável pelo aparelho. Além desse número, é possível integrar mais 1500 mAh por meio do Power Pack que pode ser acoplada no aparelho.

Faixa de preço: R$ 1,4 mil


Foto: Divulgação

Design agradável e tela ideal para filmes e séries

Câmera ★★★★☆

A LG produz boas câmeras em dispositivos móveis, e não seria diferente com o LG Q6+. A frontal possui 5 megapixels de resolução, mas a sua lente é grande angular de 100º e permite selfies com muitas pessoas ao mesmo tempo. Um ponto ruim, entretanto, é que ele apresenta (na câmera frontal) apenas o flash virtual (a tela liga e desliga para gerar iluminação na foto), o que não confere uma boa qualidade de imagem. A traseira, por outro lado, possui flash single LED e tem 13 megapixels de resolução, com abertura de 2.2f, o que pode atrapalhar em fotos noturnas (quanto maior o valor da abertura, menor a entrada de luz na câmera).

Tela ★★★★★

A tela do LG Q6+ é de IPS LED, tecnologia que proporciona cores mais suaves e uma boa nitidez em tons mais escuros. A tela é infinita, que garante um charme ao aparelho e maior aproveitamento da tela de 5.5 polegadas. 

Potência ★★☆☆☆

Apesar de possuir 4 gb de RAM, o aparelho é dotado de um Snapdragon 435, o que pode ser um problema para usuários mais "hardcore" que desejam rodar jogos pesados e aplicativos que exigem um bom poder de processamento.

Bateria ★★★☆☆

A bateria é de 3 mil mAh, que é administrada de forma satisfatória pelo aparelho.

Faixa de preço: R$ 1 mil 


Foto: Divulgação

Boas fotos a qualquer momento

Câmera ★★★★★

Com 16 megapixels, o A5 garante boas fotografias com a sua abertura de 1.9f. O flash está presente nas duas câmeras - esqueça selfies com qualidade inferior à das fotos tiradas com a traseira, a configuração é a mesma para as duas câmeras (frontal e traseira). 

Tela ★★★★☆

A tela possui 5.2 polegadas, o que pode prejudicar na hora de visualizar alguns detalhes em imagens, mas a certificação IP68 (resistente à submersão em água até 1 metro e meio, durante 30 minutos), somada ao Gorila Glass 4, dá uma segurada nas pontas. Além disso, a tecnologia empregada é a Super AMOLED, que garante uma boa visualização de tons mais escuros de imagem.

Potência ★★★☆☆

Em alguns testes, o processador Cortex-A53 SAMSUNG Exynos 7 Octa 7880 é melhor administrado no A5 do que no A7 (que possui a mesma CPU e é mais caro). O único ponto negativo é a quantidade RAM: 3 gigabytes, o que faz com que o celular engasgue em alguns momentos.

Bateria ★★★☆☆

A bateria é de 3 mil mAh, que permite boas horas de uso antes de um descarregamento total. É preciso atentar que o sistema operacional (Android) é personalizado pela Samsung, ainda da versão 5.1.1, então não há uma otimização do sistema para longos períodos de utilização. Entretanto, é possível atualizar para o 7.0 (Nougat).

Faixa de preço: R$ 1,2 mil

Foto: Divulgação





*Sob supervisão do editor-chefe Rafael Sena