Educação

Projeto do UniRuy leva educação ambiental às praias de Salvador

Projeto tem como objetivo reduzir o descarte inadequado de resíduos sólidos por parte dos frequentadores e comerciantes do local

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

De acordo com dados do IBGE, cerca de 26,6% da população brasileira vive em municípios litorâneos. Considerando este aspecto, as praias acabam sofrendo grandes desgastes devido à ação humana, como o descarte irregular de resíduos em toda a sua faixa de areia.

As praias de Jaguaribe e Piatã fazem parte das mais frequentadas da capital baiana e, apesar de terem uma estrutura organizada, como uma medida de esforço dos órgãos públicos para mantê-las limpas, são muitos os relatos de descarte de resíduos de forma incorreta na região. O serviço de coleta de resíduos que ocorre nas praias é eficiente, mas ainda pode ser melhorado a partir da colaboração de banhistas e comerciantes da região.


Preocupado com a conservação do meio ambiente e em busca de uma mudança ativa na consciência ambiental da população baiana, que o Centro Universitário UniRuy criou o Praia Limpa.

O projeto, embora idealizado pelo curso de Engenharia Ambiental, contempla todas as engenharias e tem como objetivo reduzir o descarte inadequado de resíduos sólidos por parte dos frequentadores e comerciantes do local. Através de uma ação mensal, os estudantes da instituição de ensino percorrem as praias de Salvador fazendo um trabalho de educação ambiental para mantê-las limpas, seja recolhendo os resíduos encontrados ou sensibilizando os banhistas com orientação e distribuição de sacos para o armazenamento dos resíduos produzidos.

Os resíduos recolhidos são separados por categoria e levados para o laboratório de Engenharia Ambiental do UniRuy, onde é realizada uma análise da composição gravimétrica, uma forma de diagnosticar os hábitos dos frequentadores de um local através da composição dos resíduos sólidos de uma determinada localidade. O Praia Limpa já é realizado há sete anos pelo UniRuy, com a participação de alunos das mais diversas áreas de engenharia da instituição de ensino, e está programado para retomar suas atividades em março deste ano.  

“Ressalte-se que o UniRuy considera disciplinas voltadas ao meio ambiente como componentes obrigatórios do currículo de todas as engenharias oferecidas. Responsabilidade ambiental, preservação do meio ambiente, impactos ambientais e sustentabilidade são conteúdos importantes e imprescindíveis para a formação do estudante de engenharia. Ao se vincular engenharia ao meio ambiente, os nossos estudantes têm uma formação completa e diferenciada para o mercado”, conclui Paulo Sérgio Costa, coordenador de engenharia do UniRuy.