Tecnologia

Quadro de 1860 sugere mulher com smarphone e viraliza

A tela, exposta no museu Neue Pinakothek, em Munique, na Alemanha, chamou a atenção do aposentado Peter Russell, durante uma visita

Agência O Globo
Soa como um presságio do que acontece nos tempos atuais: em1860, um quadro do pintor Waldmüller parece retratar uma mulher enquanto ela caminha com os olhos grudados em seu smarphone, alheia a tudo o mais que acontece ao seu redor. A tela, exposta no museu Neue Pinakothek, em Munique, na Alemanha, chamou a atenção do aposentado Peter Russell, durante uma visita. 
A tela mostra a mulher andando por um chão de terra com rochas, enquanto um homem, mais adiante, a espera com uma rosa nas mãos, ajoelhado sobre uma das pernas. A protagonista não percebe sua presença, vidrada em seu "smartphone".
Mas a pintura do austríaco Ferdinand Georg Waldmüller, é claro, não retratava o tão viciante objeto da contemporaneidade. A pequena placa retangular que tanto tira sua atenção é, na verdade, um hinário, um livro de cânticos muito provavelmente religiosos. "O que mais me impressiona é o quanto uma mudança na tecnologia mudou a interpretação da pintura e, de certa forma, alavancou todo o seu contexto", disse Russell ao site "Motherboard".
Com informações do site "Daily Mail".