E. C. Vitória

Goleiro do Vitória projeta melhor ano da carreira pelo time

Fernando Miguel está no Vitória desde 2013 e está confiante em temporada forte do rubro-negro

Fernanda Varela, do Correio (fernanda.varela@redebahia.com.br)

"Grandes poderes trazem grandes responsabilidades". A frase poderia ser de um grande pensador ou poeta, mas é do personagem Tio Ben, do Homem-Aranha. Tudo bem que o super-herói traz em seu uniforme as cores do maior rival, mas a frase será uma espécie de mantra para o Vitória na temporada 2017. Com o time reforçado de nomes fortes no mercado, o Leão tem obrigação de brilhar esse ano.

Chega de sufoco, sofrimento, agonia. Esse é o desejo do goleiro Fernando Miguel. No Vitória desde 2013 e firmado como titular do time há duas temporadas, ele finalmente vê diante dos seus olhos a oportunidade de fazer o seu melhor ano pelo Leão.  

"O clube quer entrar num patamar de equipe vencedora, conquistar grandes coisas. Todos querem entrar com a expectativa de que vai disputar coisas grandes, não mais de passar aperto, disputar para não ser rebaixado. Esse ano o objetivo é vencer todas as competições que vamos fazer. Primeiro, a Copa do Nordeste, depois o Baiano. Temos um grupo experiente, que sabe administrar pressão", avalia.

Em 2013 e 2014, o goleiro não foi utilizado no time principal. Foi emprestado ao Juventude e retornou em 2015, quando assumiu as luvas, mas se machucou no meio da temporada e passou o posto para Gatito. Foi apenas em 2016 que ele, com paciência e trabalho árduo, que finalmente se viu titular - no Brasileiro foram 31 das 38 partidas como titular.

O ano passado pode até ter caprichado no número de partidas para o goleiro, mas foi ingrato com o Leão, que apesar de ter conquistado o Campeonato Baiano, teve um desempenho muito abaixo da média no Brasileirão, onde brigou para não ser rebaixado.

Agora, segundo o goleiro, é o ano da redenção. “Agora é um Vitória forte, audacioso, com mentalidade e postura agressiva no mercado. Temos jogadores de nome, com boa rodagem no futebol brasileiro, internacional e sul-americano. É um ano que se inicia cheio de expectativa não só para o torcedor, mas para nós também”, analisa o goleiro, que aproveitou as férias para fazer um trabalho para aumentar o condicionamento físico e prevenir futuras lesões.

GABRIEL XAVIER
Recém-chegado à Toca do Leão, o meia Gabriel Xavier parece empolgado em defender o rubro-negro. Ele, que defendeu o Sport na temporada passada, falou da sua expectativa ao site oficial do Vitória. "Quero viver intensamente cada minuto em Salvador, dar o meu máximo em cada treino e jogo, vibrar com cada grito da torcida e com certeza, deixar meu nome marcado na história do Leão", disse.