E. C. Vitória

Há um mês longe de casa, Leão quer fazer as pazes com a torcida

Atualmente, o rubro-negro é o pior mandante do Brasileirão

Fernanda Varela, do Correio 24h (fernanda.varela@redebahia.com.br)

Para salvar uma relação, muitos casais apostam no famoso “dar um tempo”. Entre Vitória e torcida, que estavam bem estremecidos, esse tempo foi obrigatório. Serão 29 dias sem se ver. O último jogo do Leão no Barradão foi no dia 28 de agosto, quando perdeu para o Avaí por 1x0. Agora, o time volta a jogar em casa domingo, contra o Fluminense, às 16h.


Assim como entre casais, a relação dentro de casa precisa ser melhor. O primeiro passo para o rubro-negro é parar de vacilar. Apesar de ter engatado e saído da zona de rebaixamento, a equipe tem deixado a desejar e segue como pior mandante do Campeonato Brasileiro, com apenas oito pontos, de 33 possíveis. Em 11 jogos, o Vitória venceu apenas duas vezes diante do seu torcedor, empatou outras duas e perdeu sete.

Não decepcionar o torcedor novamente em casa é importante não apenas para manter uma boa relação, mas para que o time siga bem longe dos quatro piores da Série A. Isso porque, hoje, o Leão é o 16º na tabela, primeiro time fora do Z4, com 25 pontos - mesma quantidade de Chapecoense (17º) e Avaí (18º).

O técnico Vagner Mancini terá os desfalques de Ramon e Yago, suspensos, que devem ser substituídos por Fillipe Soutto e Patric. Willian Farias, Carlos Eduardo e José Welison, todos machucados, também estão fora da partida. Por outro lado, Kieza está à disposição.