Museu do Mar celebra 1º ano com exposição inédita de fotos de Pierre Verger


Foto: José Carlos Almeida

Para festejar um ano de inauguração em grande estilo, o Museu do Mar Aleixo Belov, que fica localizado no Santo Antônio Além do Carmo, em Salvador, receberá uma exposição inédita com fotografias do renomado fotógrafo, etnólogo, antropólogo e escritor franco-brasileiro Pierre Verger (1902 – 1996). 

Com o tema “Velas do Mundo”, a mostra – que reúne, com exclusividade, imagens de saveiros e veleiros feitas pelo mestre em suas viagens pelos continentes – estará disponível para a visitação de baianos e turistas. A exposição começa a partir deste sábado (3).

“Será a primeira vez que o público poderá ver juntas, em uma exposição, as imagens de velas registradas por Verger em diversas partes do mundo, como em Porto Saíde (Egito), Pointe-à-Pitre (Guadalupe), Tiquina (Bolívia), Xangai (China), Veneza (Itália), Tahiti (Polinésia Francesa), Hoi An e Da Nang (Vietnã), além fotos feitas em Belém (Pará), Olinda (Pernambuco), Salvador e Recôncavo baiano”, afirma Alex Baradel, responsável pelo acervo fotográfico da Fundação Pierre Verger.

Baradel ainda acrescenta que, dentro dessa temática, foram escolhidas fotografias que expressam a ideia de viagem e liberdade, que são duas noções importantes tanto na obra e vida de Verger como na do velejador Aleixo Belov, 79 anos.

“A exposição será um complemento à visita ao Museu do Mar. É um conjunto. Quem visitar o local conhecerá a trajetória de Belov, sua paixão pela vela, pelo mar, suas voltas ao redor do mundo. A exposição ‘Velas do Mundo’ se juntará a esse material, trazendo fotos de veleiros e saveiros de uma outra época (1930-1940). São ampliações com qualidades estéticas características da obra fotográfica de Verger, e impregnadas com seu olhar sensível às culturas não ocidentais”, destaca.

Ao todo, 19 imagens estarão expostas no mezanino 2 do museu. Além disso, o público ainda poderá conferir dois audiovisuais, um deles, também inédito, sobre a viagem ao redor do mundo que Verger fez em 1934, que incluirá outras 120 fotos.

Mariana Belov, diretora do Museu do Mar Aleixo Belov, destaca que abrigar essa exposição é motivo de muita alegria, principalmente por alguns traços que unem Verger e Belov.

“Ambos têm características em comum: o amor por Salvador e por explorar o mundo, retratando a essência dos povos: Verger, por meio da fotografia e dos relatos etnográficos, e Belov, através de seus livros e das relíquias que pôde trazer e compartilhar no museu como um presente para a capital baiana. Então, comemorar 1 ano do Museu do Mar, com ‘Velas do Mundo’, só torna o momento mais especial”.

Em quase 1 ano de funcionamento, o espaço cultural e educacional se tornou um dos pontos de paradas obrigatórias do Centro Histórico de Salvador para quem deseja conhecer mais sobre o mar e a navegação.

Isso porque o museu guarda, em seu acervo, relíquias trazidas das seis viagens ao mundo feitas por Belov, incluindo as três que o comandante realizou, em solitário, a bordo do veleiro “Três Marias”. A embarcação, inclusive, é o pilar central do museu, que ocupa um casarão de três andares que mistura arquitetura clássica com moderna no Largo do Santo Antônio Além do Carmo.

SERVIÇO

O quê; Exposição inédita “Velas do Mundo”, com fotos de Pierre Verger.
Quando: A partir de sábado, dia 3/12, das 10h às 18h (com acesso permitido até as 17h).
Onde: Casarão amarelo no Largo do Santo Antônio Além do Carmo, nº3, no Centro Histórico de Salvador.
Valor: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Criança de até 5 anos não paga. Às quartas, a entrada será gratuita.

Leia mais sobre Agenda Cultural no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias.