Artes e Exposições

MAM abriga edição especial dos Salões de Artes Visuais da Bahia

Exposição reúne as 41 obras premiadas no estado; mostras foram realizadas pelo projeto nos anos de 2013 e 2014

Redação iBahia (agenda@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA), abriga mais uma vez, uma edição especial dos Salões de Artes Visuais da Bahia. O projeto  faz parte de uma das principais ações de incentivo à criação e difusão de produção artística e à dinamização de espaços expositivos no interior do estado.


A exposição reúne as 41 obras que foram premiadas ou tiveram menções especiais nos sete Salões realizados nos anos de 2013 e 2014. A abertura ocorrerá no próximo dia 18 de dezembro, às 19 horas, permanecendo aberta ao público até 1º de fevereiro de 2015.


Os Salões de Artes Visuais da Bahia, realizados pela FUNCEB há 22 anos. Desde 2012, suas exposições, que aconteciam até então em rodízio,as exposições aconteceram em sete cidades: Feira de Santana e Vitória da Conquista, tradicionais polos do projeto, e também em Teixeira de Freitas, Lençóis, Barreiras, Camaçari e Paulo Afonso, que receberam os Salões pela primeira vez por conta desta abertura.


OBRAS REUNIDAS


Premiados da Edição Feira de Santana:
= Arthur Scovino, 'Levando os elepês de Gal para passear' [obra premiada]

= Coletivo Entrecho: Adriano Machado e Yasmin Nogueira, 'Piriguete 3 x 5,00' [obra premiada]

= Flávio Marzadro, 'Sublimazione Teológica II' [obra premiada]

= João Oliveira, 'De ladraduras e dentes ou do latim: pe(re)nnis' [menção especial]

= Mayra Lins, 'Saturação' [menção especial + prêmio do público]


Premiados da Edição Teixeira de Freitas:
= Clara Domingas, 'Feels Like Homie' [obra premiada]

= Devarnier Hembadoom Apoema, 'Caixa de socorro para hipocondríacos compulsivos' [obra premiada]

= João Oliveira, 'Porque as fêmeas conhecem tudo da dor' [obra premiada]

= Osvaldo Carleone, 'Requiescat in Pace' [menção especial]

= Tiago Sant’ana, 'Como explicar Rousseau, a origem da propriedade privada e o homem em estado de natureza para 20 quilos de peixe fresco' [menção especial]

= Ingrid Erika Boer, 'Paz na Terra' [prêmio do público]


Premiados da Edição de Lençóis

= Flávio Lopes, 'Réquiem para William Turner' [obra premiada]

= Michelle Mattiuzzi, 'Merci Beaucoup, Blanco' [obra premiada]

= Pablo Lucena, 'Ponto Turístico nº 01' [obra premiada]

= Márcio Junqueira, 'Devocional' [menção especial]

= Félix Caetanno, 'Construto' [menção especial]

= Marco Antonio de Ferreira, 'Ignescência' [prêmio do público]


Premiados da Edição de Barreiras

= Erivan Morais, 'In Visibilidade' [obra premiada]

= Mariana David, 'Paisagens para minha avó' [obra premiada]

= Pedro Lima, 'Tapando o sol com a peneira' [obra premiada]

= Flávio Marzadro, 'Arte no espaço público x Arte como espaço público' [menção especial]

= Roberta Nascimento, 'Cabeça de vento' [menção especial]

= Arthur Scovino, 'Nhanderudson' [prêmio do público]


Premiados da Edição de Vitória da Conquista

= Fábio Gatti, 'Eu Boneca' [obra premiada]

= Roberta Nascimento, 'Reação em Cadeia: A Gente se Liga em Você' [obra premiada]

= Tina Melo, 'Velados' [obra premiada]

= Alex Oliveira, 'Ritos de Passagem' [menção especial]

= André Souza, 'Castelo' [menção especial]

= Clara Domingas, 'In memoriam' [prêmio do público]


Premiados da Edição de Camaçari

= Deisiane Barbosa, 'Cartões-Postais à Tereza/Caixas de Entrada' [obra premiada]

= Edu O., 'Ah, se eu fosse Marilyn!' [obra premiada]

= Leandro Estevam, 'Ensaiando O Sol' [obra premiada]

= André Lima, 'Sobreviventes' [menção especial]

= Cenildo Silva, 'Sustentáculos' [menção especial + prêmio do público]

= Tiago Sant’ana, 'Doce X, Bala para Cosme e Damião' [menção especial]


Premiados da Edição de Paulo Afonso

= Artur Rios, 'Natureza morta' e 'Escoamento I' [obra premiada]

= Fabio Abu-chacra, 'Ocupando para não desocupar' [obra premiada]

= Laís Guedes, 'Instruções para germinar uma pessoa' [obra premiada]

= Adriano Machado, 'Correria' [menção especial]

= Alex Oliveira, 'Cartografia dos afetos' [menção especial + prêmio do público]

= Binha, 'Transposição' [menção especial]

 

Serviço
Abertura: 18 de dezembro (quinta-feira), às 19 horas

Visitação: Até 1º de fevereiro de 2015

Terça a sexta, das 13 às 19 horas; sábados, domingos e feriados, das 14 às 19 horas.

Onde: Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA)

Solar do Unhão, Avenida Contorno, s/nº

Quanto: Grátis