Em Pituaçu, Bahia perde para o Vasco e distância para o Z-4 diminui


Derrota fez diferença para o Z-4 passar de 6 para 4 pontos

Tempo bom e estádio lotado. A maré tricolor estava boa até o início do jogo em Pituaçu, na tarde deste domingo (23). Poucos minutos depois da bola rolar, o Vasco se impôs fora de casa e o Bahia, perdido em campo, não conseguiu resistir ao novo líder do Campeonato Brasileiro. Com gols de Felipe e Diego Souza, o time carioca venceu por 2 a 0 e os comandados de Joel Santana perderam a invencibilidade que durava quatro partidas na Série A. Agora, o time vê a zona de rebaixamento mais de perto.No duelo contra time do Rio de Janeiro, o Bahia também amargou sua primeira derrota. Foram três triunfos e quatro empates antes desse jogo. Com 36 pontos, o Tricolor continua na 14ª colocação, mas agora está a quatro pontos do Z-4 (antes seis pontos separavam o time da zona da degola). O 17º Ceará tem 32.O resultado da tarde deste domingo colocou o Alvinegro do Rio na liderança isolada da Série A, com 57 pontos. Isso porque o Corinthians empatou em 1 a 1 com o Internacional, no Beira-Rio. O Bahia volta a campo no Brasileirão no próximo domingo (30), contra o Figueirense. A partida, válida pela 32ª rodada, será realizada no estádio Orlando Scarpelli, em Santa Catarina, às 16h. Já o Vasco enfrenta o São Paulo, em São Januário. O jogo acontece no mesmo dia e horário.Série A após 31ª rodada
13 – Palmeiras – 41
14 – Bahia – 36
15 – Cruzeiro – 34
16 – Atlético-MG – 33
17 – Ceará – 32
18 – Atlético-PR – 31
19 – Avaí – 29
20 – América-MG – 25

Vasco melhor
Com três atacantes em campo, o Bahia começou o jogo no ataque. Apesar da pressão sobre a defesa Vasco, o time não conseguiu reverter a posse de bola em chances de gol nos minutos iniciais. E quem assustou primeiro foi o time carioca. Aos seis minutos, Diego Souza penetrou pelo meio e chutou da entrada da área. Marcelo Lomba fez ótima defesa.

O Bahia acordou e respondeu. Aos oito, Dodô recebeu passe de Souza, cortou para o pé direito e mandou o tiro. A bola tirou tinta da trave direita de Fernando Prass. No minuto seguinte, Fabinho arriscou da intermediária e a bola explodiu no travessão, bate na grama e Souza ainda cabeceou para fora. Aos 16, o Vasco marcou com Diego Souza, que recebeu na área e chutou cruzado, no canto direito de Marcelo Lomba. Entretanto, a arbitragem parou o jogo apontando impedimento que não existiu. O alvinegro carioca ainda perdeu o volante Eduardo Costa por contusão. Nilton entrou no jogo.

Melhor no jogo, o time comandado pelo baiano Cristóvão Borges acuou o Tricolor, que não conseguia mais chegar com força no ataque. Aos 22, Felipe tocou para Diego Souza na entrada da área, que devolveu sem querer para o companheiro. O errado deu certo e Felipe acertou um bonito chute de fora da área, no ângulo direito de Marcelo Lomba, que não teve chance de defesa.

Não fosse o goleiro tricolor, o placar do primeiro tempo poderia ter sido pior. Lomba fez grandes defesas nos minutos 30 e 35, após chutas fortes de Diego Souza e Fagner. O Bahia só voltou a ameaçar a meta adversária aos 36, mas Hélder perdeu grande chance, livre dentro da área, mandando a bola para o alto. Aos 43, Éder Luis tentou ampliar com chute da entrada da área, mas a bola tirou tinta da trave direita de Lomba.

Sem reação
No segundo tempo de jogo, o Bahia voltou a campo com o sistema defensivo mais organizado, mas a ineficiência ofensiva persistia. Nessa de se defender bem e atacar mal, o jogo ficou truncado, uma vez que as ações vascaínas haviam sido neutralizadas momentaneamente.

Mesmo assim, as melhores chances do início do jogo foram do time visitante. Aos 10, Fagner pegou sobra dentro da área e chutou por cima da meta de Lomba, perdendo chance incrível. Aos 21, Nilton arriscou de longe e a bola passou perto do travessão.

Aos 38, Júnior, que entrou na vaga de Reinaldo, foi lançado por Souza na frente e iria sair na cara do gol, mas a arbitragem marcou impedimento inexistente. O Tricolor só ameaçou a meta de Fernando Prass aos 45. Júnior recebeu no lado esquerdo, girou e chutou. Mesmo sem esperar, Prass fez grande defesa. No contra golpe, a equipe cruzmaltina partiu em velocidade e Diego Souza invadiu a área do Bahia com facilidade, tocando no canto esquerdo de Marcelo Lomba para definir a partida. 2 a 0 Vasco, em Pituaçu.

Bahia 0x2 Vasco – 31ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A
Data:
23/10/2011
Local: estádio de Pituaçu
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Asp. Fifa/DF)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa/RS) e Marrubson Melo Freitas (Asp. Fifa/DF)

Bahia: Marcelo Lomba; Gabriel, Titi, Paulo Miranda e Dodô; Fahel, Fabinho, Hélder (Ávine) e Jones (Lulinha); Reinaldo (Júnior) e Souza. Técnico – Joel Santana.

Vasco: Fernando Prass; Fagner, Dedé, Douglas e Felipe (Bernardo); Jumar, Eduardo Costa (Nilton), Rômulo, Allan e Diego Souza e Éder Luis. Técnico – Cristóvão Borges.