Futebol

Neymar tenta explicar eliminação brasileira e imagina time com Lucas e Philippe Coutinho em 2018

Artilheiro brasileiro na Copa, Neymar contou seus planos para 2018: "Acho que eu tenho que me preparar mais"

- Atualizada em


Redação Goal

Após a eliminação da Seleção Brasileira na Copa do Mundo, o atacante Neymar concedeu uma entrevista para o programa Fantástico, da TV Globo , exibida na noite do último domingo (20).  Como antecipado anteriormente, Neymar admitiu que o futebol do Brasil está atrás do europeu, especialmente da Alemanha e de Espanha, as duas últimas seleções campeãs do mundo."O futebol brasileiro está atrás do futebol da Alemanha, da Espanha. Estamos atrás, sim, a gente tem que ser homem suficiente pra assumir isso. Mas eu acho que os jogadores brasileiros são alguns dos melhores no mundo", opinou Neymar, que não soube explicar a razão do Brasil ter ficado para trás: "Também me faço essa pergunta, também me faço a pergunta ‘por que não ganhamos a Copa do Mundo?’ Coisas que eu não tenho como explicar".Ao ser questionado sobre algum erro do ex-treinador da Seleção Brasileira, Neymar evitou críticas para Luiz Felipe Scolari: "Sou um cara que eu não entendo muito de tática. E tinha um comandante, era um dos melhores técnicos brasileiros que a Seleção já teve, aconteceu, já passou. Enfim, não quero ficar remoendo essa história de Copa do Mundo", despistou Neymar, que depois fez uma ressalva sobre seu conhecimento tático: "Eu não sei, mas entendo".O jogador afirma que o problema para a eliminação brasileira não foi a suposta falta de treinamento da equipe."A gente sempre treinou. É porque o pessoal que está de fora vê de outra forma. Quem está dentro sabe o tanto que a gente treinou, o tanto que os treinos eram cansativos, porque a gente se dedicava ao máximo", garantiu.Neymar também falou sobre a confiança que tinha no título da Copa, após o Brasil se classificar para a semifinal."Não senti uma coisa errada que ali no time. Para mim estava dando tudo certo. Mas infelizmente acabamos saindo e perdendo o nosso sonho", lamentou.Quando perguntado sobre o elenco brasileiro para a Copa do Mundo de 2018 o atacante do Barcelona lembrou de Lucas e  Philippe Coutinho, ambos preteridos por Luiz Felipe Scolari na convocação para o mundial no Brasil."A gente está se preparando. Acho que o Lucas, Philippe Coutinho, Bernard, Oscar... somos novos ainda. Temos 20, 21 anos, então a gente pode chegar muito bem na Copa da Rússia", disse Neymar, que ressaltou que "teria convocado os mesmos 23 jogadores" que Felipão convocou.O atacante foi questionado sobre qual jogador teria merecido o prêmio de melhor da Copa. Neymar não escondeu novamente a admiração por Lionel Messi, vice-campeão mundial com a seleção argentina."Sou muito fã do Messi, pelo jogador, pela pessoa que é. Não sei se acho justo ou não, mas era um dos jogadores que, pra mim, estavam entre os três melhores da Copa. Acho que o Schweinsteiger, e o Robben também estavam entre os três. Para mim, foram os destaques da Copa"Já pensando em 2018, Neymar disse: "Acho que eu tenho que me preparar mais. Quem se prepara melhor é quem vence. Se preparar em tudo: em viagem, em hotel, em treinamento, em chuteira, em tudo"."Não digo treinar mais. A gente treinou bastante. Às vezes, falta alguma coisa... sempre falta um algo a mais. A gente tem que achar esse "o quê faltou". Esse algo a mais, a gente só vai perceber daqui a um mês, dois meses, quando a gente voltar a se encontrar de novo. Então daqui a quatro anos, se Deus quiser, vou me preparar e fazer de tudo pra ter mais essa oportunidade", concluiu o jogador de 22 anos.