Fitness

Confira os mitos e verdades sobre comer tapioca na dieta

"Nenhum alimento sozinho faz milagres", disse a nutricionista Funcional Fernandas Soares

- Atualizada em

efit

É Fit! Estilo de vida

Tapioca, além de ser brasileiríssima, é uma delícia e virou febre entre algumas pessoas que pregam saúde e boa forma (inclusive eu, amo tapioca). Mas existem alguns mitos em torno desse saboroso alimento e também algumas verdades. Aqui vamos entender um pouco mais sobre ela e avaliar se realmente é tudo isso o que dizem.


Ela emagrece: Mito.

Ela tem alto valor calórico e é muito similar ao trigo, aveia e a farinha de arroz. Ela pode ser utilizada para substituir o pão, principalmente para quem quer evitar o glúten, por opção ou problemas alimentares restritivos, que é o caso dos celíacos, por exemplo. Uma colher de sopa cheia de tapioca possui em média 70 calorias, ou seja, ela sozinha e em excesso pode até engordar. O que emagrece são as opções alimentares que você faz ao longo do dia combinadas à tapioca.

Foto: Reprodução/Instagram

Excelente pós-treino: Verdade

Ela possui alto valor glicêmico e utilizando o recheio correto ela pode ser uma excelente opção pois promove uma recuperação muscular mais rápida e dá a sensação de saciedade.


Ela é pobre em fibras: Verdade

É um alimento proveniente da fécula da mandioca e durante o processo de refinamento ela perde alguns nutrientes e um deles é a fibra. Então o importante é enriquecer a tapioca com recheios nutritivos como chia, ovos, salmão, atum, frango, requeijão light, etc. Aposte também nas folhas como alface, rúcula, espinafre, beterrabada, entre outras.


A crepioca é melhor que a tapioca: Verdade

Na verdade é uma receita que utiliza a tapioca como ingrediente. Ao incluir o ovo, leite ou queijos magros, o alimento fica mais enriquecido fazendo com que o seu valor nutricional suba.


A tapioca é melhor que o pão: Mito

Se a escolha for por um pão integral, a tapioca perderá a vantagem. Alimentos integrais normalmente são ricos em fibras e proteínas, o que sobre o ponto de vista nutricional é muito importante. A vantagem entretanto é que ela não tem glúten e isso pode colocá-la em uma posição melhor no ranking.


Observações importantes

Se consumida em excesso, pode engordar.

Ela é pobre em nutrientes por isso enriquecê-la com recheios saudáveis é muito importante.

Para os atletas e pessoas que praticam exercícios físicos intensos é um poderoso repositor de energia pelo seu alto índice glicêmico.

Coloque a fatia de queijo ou outras proteínas após tirar a tapioca do fogo. O processo inverso pode provocar a chamada glicação avançadas (soma de carboidrato e proteínas sem a presença de enzimas), o que contribui para o envelhecimento precoce das células e a longo prazo podem provocar problemas como cataratas e disfunções cardiovasculares.

“Nenhum alimento sozinho faz milagres. O ideal é ter uma alimentação equilibrada e combinar alimentos. A tapioca pode ser consumida com moderação assim como o pão integral. O ideal é poder variar entre os dois, até para a alimentação não ficar entediante. A farinha de tapioca também é uma excelente opção para receitas fit, então utilize de sua criatividade  com foco na boa alimentação e seja feliz.”, nutricionista Funcional Fernandas Soares.