Futebol S/A

Fifa se une à OMS em campanha contra coronavírus

Entidade usa a visibilidade do torneio para incentivar medidas de combate ao vírus

Flankel Lima
- Atualizada em

A Fifa se juntou à Organização Mundial da Saúde (OMS) para realizar uma campanha de prevenção ao Covid-19. Com programação feita para o Mundial de Clubes, em Qatar, as duas entidades incentivarão as medidas sanitárias para o combate ao coronavírus.

Para promover a campanha, serão feitas inserções para a televisão, além de mensagens divulgadas nos estádios. Para chamar a atenção dos torcedores, jogadores participarão dos vídeos, com declarações para incentivar o uso de máscara e o distanciamento social.

Os capitães das equipes participantes do Mundial se juntarão a ex-jogadores para passar a mensagem. Além da televisão e dos estádios, a Fifa usará a gravação em redes sociais, da federação e da própria OMS.

“Todos nós temos de desempenhar o nosso papel na batalha contra o coronavírus. Apelamos também à comunidade internacional para agir em conjunto, para garantir condições de igualdade no acesso às vacinas, tratamentos e testes de diagnóstico em todo o mundo”, comentou o presidente da Fifa, Gianni Infantino, em videoconferência que abriu o Mundial de Clubes.

“OMS agradece à FIFA, por se associar aos parceiros da saúde de todo o mundo no sentido de promover a necessidade de uma justa distribuição das ferramentas necessárias para derrotar o coronavírus”, comentou o diretor-geral da OMS, Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus.