Gastronomia

Dossiê da pimenta: conheça tipos, curiosidades e receitas

Redação iBahia

Há quem diga que ela rouba o gosto da comida, mas ninguém pode negar que ela deixa qualquer prato mais emocionante. O tempero é muito difundido no Brasil e usado em muitos pratos típicos, como feijoada e acarajé, mas são os tailandeses e os coreanos que mais consomem pimenta no mundo. O consumo deles atinge até oito gramas por dia por pessoa.

Benefícios

A pimenta tem fama de provocar gastrite, úlcera, pressão alta e até hemorróidas, mas nada disso está comprovado cientificamente. Muito pelo contrário. Segundo estudos recentes, a substância que provoca o ardor da pimenta possui propriedades benéficas à saúde, além de aumentar a temperautra do corpo, acelerando o metabolismo. Ou seja, a pimenta dá uma mãozinha extra para quem pretende perder peso.

As pimentas também têm função antioxidante (previnem o envelhecimento precoce), bactericida e descongestionante, além de ajudarem no controle da hipertensão e aliviarem enxaquecas.

Curiosidades

A maior pimenta do mundo, segundo o Guinness Book, é a Numex Big Jim, desenvolvida na Universiadade do Novo México, nos Estados Unidos, com 34,5 cm de comprimento. Já a mais ardida pe a Naga Morich. E as curiosidades não param por aí. A pimenta Peter Pepper já ganhou o título de mais pornográfica do mundo, por ter formato parecido com o órgão sexual masculino.

Tipos

Existem mais de 90 tipos de pimenta, com diferentes cores, aromas e níveis de ardor. Saiba um pouco mais sobre os tipos mais comuns no Brasil: