Mapas Juninos

Feira de fogos em Stella Maris funciona hoje até 22h

Expectativa dos comerciantes é de que 5 mil pessoas passem no local, que funciona na Alameda das Praias

Nilson Marinho do Correio 24h

A fogueira junina é acesa tradicionalmente na noite desta sexta-feira (23), véspera do dia de São João, e uma turma que adora investir na brincadeira de soltar fogos de artifício lota as 14 barracas da Feira de Fogos de Salvador, na Alameda da Praia, em Stella Maris. O local vai ficar aberto até às 22h para atender os clientes. 

A expectativa dos comerciantes é de que pelo menos 5 mil pessoas passem por lá. Mas, apesar da grande movimentação, o presidente da Associação Comercial de Fogos, Felipe Santos, prevê uma diminuição de 30% nas vendas. "Ontem e hoje são os dias de maior procura, mas as vendas estão baixas em relação ao ano passado. A mudança do local (antes era na Avenida Paralela), a crise e o feriado que foi enforcado contribuíram pra isso". A feira fica aberta até o dia 2 de julho. 

Foto: Marina Silva/CORREIO

Feira de fogos tem produtos que chegam a custar R$12 mil

Um dos consumidores na feira hoje era a advogada Wadja Santos, 45 anos, que foi pela segunda vez para abastecer o estoque. "Pensando na segurança dos meus filhos, estou levando fogos que não precisam de combustão e que soltem pouca fumaça. Eles sempre são supervisionados na hora da brincadeira", pontua. A preocupação da advogada é com os filhos Luiza e Wilker, de 5 anos, que não resistiram e soltaram ali mesmo os traques de massas. 

Alerta

A Sociedade Baiana de Pediatria (Sobape) reforçou o alerta aos pais e responsáveis para manterem a vigilância sobre crianças e adolescentes, especialmente na manipulação de fogos de artifício. “Não deixe seu filho manusear fogos de artifício sem a supervisão restrita, mesmo que já tenha feito isto outras vezes ​sem ​p​roblema​s​”, aconselha a pediatra Kátia Baptista Falcão. Apesar de aparência inofensiva, os traques de massa e cobrinhas merecem observação rigorosa porque​ podem causar alergias respiratórias​, como alerta a pediatra.

“E​sses fogos têm pólvora que podem se acumular nos dedos​,​ vão aos olhos e narinas​​ e podem causar queimaduras caso entrem em contato com o fogo. Uma ‘cobrinha’ pode fazer um estrago muito grande caso suba para o rosto ou entre pela perna da calça”, adverte.

De acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), em 2016 foram registradas 108 internações nas unidades hospitalares do estado decorrentes de acidentes com a queima de fogos de artifício. Em janeiro e fevereiro deste ano foram 18 casos.

Em caso de acidente com queimaduras, a recomendação é lavar apenas com água limpa corrente. “Se for uma queimadura grave, lave com água, cubra com gaze molhada com água fria e leve para a emergência mais próxima”, orienta Kátia Baptista.

A ​Prefeitura de Salvador anunciou que este ano fará atendimento a vítimas de queimaduras no período junino nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, realizam esse serviço as UPAs de Valéria, Adroaldo Albergaria (Periperi), Pirajá, San Martin, Vale dos Barris, Brotas, Hélio Machado (Itapuã), Paripe e São Cristóvão, além dos Pronto Atendimentos (PAs) São Marcos, Alfredo Bureau (Marback), Edson Teixeira (Arenoso), Maria Conceição Santiago Imbassahy (Pau Miúdo) e Rodrigo Argolo (Tancredo Neves).