Moda e Beleza

Aprenda o que não fazer durante uma depilação com lâmina

Especialista separou dicas em relação a temperatura da água e uso de esfoliantes, por exemplo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Se você tem uma pele sensível, certamente o processo de depilação com lâmina exige um cuidado maior para evitar ferimentos. O mesmo vale para pessoas alérgicas, que podem ter aquelas "bolinhas" na pele, a foliculite. Para isso, é necessário ter atenção com certos pontos antes de começar a depilação.

A fundadora do Instituto Pello Menos, Regina Jordão, separou dicas para quem costuma fazer o procedimento e não quer ter problemas. Confira:

Esfoliação da pele

A esfoliação vai retirar as células mortas da pele e minimizar as chances da lâmina causar irritações na superfície. “É indicado fazer esse procedimento duas vezes na semana, não mais do que isso, pois a pele pode ficar sensibilizada”, salienta Regina. “E não é recomendado fazer a depilação pouco antes ou logo depois do procedimento. O mais indicado é que essa esfoliação seja realizada três dias antes e três dias depois da remoção dos pelos”, comenta.

Evite produtos com álcool

Produtos que contenham álcool ou ácidos em sua composição não devem ser utilizados, pois podem deixar a pele mais sensibilizada e suscetível a alergias. “Os óleos vegetais, por sua vez, não são nocivos e ajudam a preparar a pele para o procedimento”, indica Regina. E caso a região fique sensível após passar a lâmina, o óleo também pode ajudar a acalmar a pele.

Use hidratantes

Durante o processo depilatório são removidos os queratinócitos assim como a camada superficial de oleosidade da pele; dois elementos que dão sustentação e proteção à esse órgão tão importante do corpo. Portanto, é preciso recuperar essa película protetora e a melhor forma de fazer isso é hidratando diariamente a região. “Desse modo, além de deixar a pele macia, isso irá ajudar o pelo em seu processo de crescimento”, explica Regina.

Água quente

A sugestão é fazer a depilação com lâmina no banho e com água quente. “A temperatura mais alta vai abrir os poros da pele, facilitando a eliminação dos pelos, e minimizando as chances de alergia. Mas, logo após o procedimento, o ideal é lavar a pele com água fria para fechar os poros”, finaliza a especialista.