Moda e Beleza

Especialista explica sobre mitos e verdades ao tingir o cabelo

Cabelos virgens são mais facéis de pintar o cabelo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )
- Atualizada em

Na hora de tingir o cabelo, algumas dúvidas sempre surgem como, qual a cor ideal ou se a tinta pode ressecar os fios. Segundo o hairstylist da Bio Extratus, João Bosco, existem mitos e verdades sobre coloração. Confira as dicas:

Foto:Reprodução

Deixar a coloração no cabelo por mais tempo 

“Não recomendo deixar mais tempo do que o indicado pela marca de coloração usada, pois pode variar entre 10 e 50 minutos, dependendo do resultado desejado. Além disso, os pigmentos podem aderir mais e dar a sensação de cor mais escura ou intensa. Outro detalhe é ficar atento ao tempo de pausa para não causar irritação no couro cabeludo”, conta o especialista. 

Cabelos virgens 

Shampoo ideal 

Tão importante quanto a qualidade da coloração utilizada, o shampoo e cremes de tratamento deve ser de boa qualidade e ter indicação para cabelo colorido, afinal, esses produtos não devem conter sal ou sulfatos.

Coloração resseca o cabelo

‘Uma coloração permanente precisa de uma quantidade maior de amônia para entrar e fixar bem na fibra do cabelo. Isso pode deixar os fios levemente alterados dependendo da qualidade da tinta usada. Por isso, é sempre bom investir em coloração com tratamentos ‘inside’. 

‘Uma outra opção é apostar em uma coloração orgânica que utilize óleos vegetais ao invés da amônia, substância que preserva melhor a hidratação natural dos fios’, disse João Bosco.

Pintar os cabelos sujos

‘Para quem utiliza a coloração tradicional, com mais amônia, o ideal é deixar um ou dois dias sem lavar para potencializar a tintura. Já para quem usa tonalizante ou tintas orgânicas, o melhor é que os fios estejam limpos para facilitar a coloração’, finalizou o especialista.